Estar acima do peso piora artrose no joelho

acima-do-peso-artrose-joelhoSegundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) quase 60% dos brasileiros estão acima do peso ideal. E esse número preocupa não pela aparência física, mas sim pelas doenças que podem ser agravadas pelo sobrepeso, como a artrose no joelho.

A osteoartrose ou artrose é diagnosticada quando há uma degradação lenta, porém progressiva, da cartilagem articular, que é um tecido elástico que amortece os impactos dos joelhos.

A doença é tão comum que representa de 30% a 40% de todas as consultas em ambulatórios de reumatologia, além de afastar 7,5% dos trabalhadores, segundo o Ministério da Saúde.

A artrose nos joelhos afeta mais a população acima dos 55 anos, sendo que as mulheres estão, por natureza, na classe de risco, devido às alterações hormonais.

A obesidade é um dos fatores que pioram o quadro da doença, já que devido à deterioração das células surgem fissuras na cartilagem que podem chegar aos ossos e então, esses ossos não conseguem mais suportar a carga de peso do corpo e tendem a crescer dos lados ou até mesmo limitar o movimento do paciente, ocasionando ainda inflamação e dor.

Os principais sintomas de artrose no joelho são dor, sensação de rigidez e estalos nas articulações.

Apesar de muitas pessoas não procurarem ajuda por acreditarem que não é possível lidar com o problema, elas estão enganadas. A fisioterapia, assim como a perda de peso e o uso de medicamentos vão controlador a dor, estabilizar o quadro e evitar até uma cirurgia para colocação de prótese.

Durante as sessões de fisioterapia o profissional irá fortalecer o músculo que consequentemente irá melhorar a articulação, além de amenizar a dor e trazer de volta os movimentos perdidos ou amenizados devido à patologia.

A artrose nos joelhos é uma doença que não tem cura, mas com o tratamento ideal o paciente consegue um convívio saudável com o problema.