O jeito que você pisa pode piorar a dor no joelho!

tipo-pisada-dor-joelhoA dor no joelho é uma resposta do organismo a diferentes fatores que interferem no funcionamento correto do membro. Por isso, o desconforto pode surgir após um trauma, ao acometimento de uma doença degenerativa e até mesmo pelo impacto de uma corrida.

Sabemos que os movimentos de caminhar e correr são realizados praticamente de forma voluntária, já que não pensamos ao executá-los, mas saiba que correr na ponta dos pés aumenta e muito a chance de desenvolver uma lesão.

Se ao correr você ficar o tempo todo com o calcanhar sem tocar no chão dá para acelerar o movimento, mas o músculo da panturrilha fica sobrecarregado. Agora, imagine essa sobrecarga por 5 ou 10 Km. O resultado será sem dúvida uma lesão no joelho que pode ter início com o desconforto após a prática da atividade, mas aos poucos tende a diminuir os seus resultados.

Pisar com o pé inteiro no chão também não é uma boa ideia, a sobrecarga, nesse caso, afeta o joelho, o tornozelo e a coluna já que não existe a distribuição do choque ao longo da passada.

E atenção às passadas curtas, pense que quanto maior o passo, menos movimento você faz e evita assim lesões nas articulações dos joelhos.

Sendo assim, o correto ao correr é tocar o chão primeiro com o antepé, diminuindo o impacto e a sobrecarga do joelho e depois encostar o calcanhar no solo, equilibrando o esforço. E a cada passada realmente dobre os joelhos, para compensar a sobrecarga que a articulação sofre com o contato com o chão.

Para os leigos pode parecer difícil avaliar se está fazendo o movimento correto, então um fisioterapeuta pode fazer esse teste por você e se for necessário te orientar sobre a correção da pisada.

Alterar a biomecânica da corrida vai, além de melhorar o seu desempenho, evitar demais problemas de saúde.