Osteoartrose do quadril: saiba como tratar

osteoartrose-quadrilSentir dor no quadril não é normal e pode significar outros problemas, como um desgaste permanente na cartilagem.
Nesses casos, quando a dor está associada à perda da cartilagem pode ser um sinal de osteoartrose – uma doença articular degenerativa que provoca muita dor e incapacidade dos movimentos.

Esse problema pode acometer qualquer articulação, no entanto, quando atinge o quadril ou os joelhos os prejuízos são maiores. A pessoa pode ter dificuldade de locomoção e prática de atividade física limitada.

A osteoartrose pode ser consequência de outras doenças, como defeitos congênitos do quadril, necrose avascular da cabeça femoral, doenças inflamatórias, doenças do quadril na infância, como sequelas de fraturas do quadril e secundária ao Impacto femoroacetabular.
Os sintomas podem ser um desconforto na região do glúteo ou coxa durante atividade física e tendem a ser progressivos e evoluir.

Como tratar?
Antes de iniciar qualquer tratamento, é importante fazer o diagnóstico da doença. Ele é feito por meio de um exame físico e baseado na história clínica do paciente.

O tratamento pode ser cirúrgico ou não cirúrgico. Dependendo do caso, o paciente pode fazer fisioterapia para amenizar a dor e recuperar os movimentos. O objetivo desse tratamento é minimizar a progressão das lesões, prevenir limitações e deformidades articulares, melhorar a qualidade de vida do paciente.

O paciente consegue recuperar a força muscular e os movimentos por meio dos programas terapêuticos. Além disso, ele deve fazer exercícios direcionados para o condicionamento físico que têm como efeito a melhora na força, resistência e flexibilidade.
Já o tratamento cirúrgico é indicado para os casos mais avançados da doença, sendo mais comum realizada a artroplastia total do quadril.