Anquilose é algo grave?

O que é anquilose?

A anquilose é uma condição que se refere à perda parcial ou total da mobilidade de uma articulação devido à fusão ou rigidez das superfícies articulares.

Isso significa que a articulação afetada perde a capacidade de se mover normalmente.

Agendar sua Avaliação

Onde pode ocorrer?

A anquilose pode ocorrer em praticamente qualquer articulação do corpo, mas é mais comum em algumas áreas.

foto de anquilose

As articulações mais frequentemente afetadas pela anquilose incluem:

Agendar sua Avaliação

Quadril

A anquilose do quadril pode ocorrer devido a lesões, como fraturas, ou a condições, como artrite do quadril.

Joelhos

Lesões graves no joelho ou cirurgias malsucedidas podem resultar em anquilose no joelho.

Pés e Tornozelos

Anquilose nos pés e tornozelos pode resultar de lesões, artrite ou condições congênitas.

Ombros

A anquilose do ombro pode ser causada por lesões traumáticas ou inflamação crônica.

Cotovelos

Lesões no cotovelo, como fraturas graves, podem levar à anquilose.

Mãos e Dedos

A anquilose nas articulações das mãos e dedos pode ocorrer devido a lesões, artrite reumatoide ou outras condições inflamatórias.

Coluna Vertebral

A anquilose da coluna vertebral pode ocorrer em diferentes níveis, levando a uma perda de mobilidade na coluna.

A espondilite anquilosante é um exemplo de condição que pode causar anquilose na coluna.

Quais são os sintomas da anquilose no quadril?

Os sintomas da anquilose no quadril podem variar em gravidade e incluem:

Rigidez

A rigidez no quadril é um dos sintomas mais característicos da anquilose.

A articulação do quadril fica progressivamente mais rígida e perde sua mobilidade normal.

Dificuldade de movimentação

À medida que a anquilose progride, a capacidade de mover a perna afetada torna-se severamente limitada ou até mesmo impossível.

Isso pode afetar a capacidade de caminhar, subir escadas e realizar atividades diárias.

Dor

A anquilose no quadril geralmente é acompanhada de dor, especialmente quando a tentativa de movimentar a articulação é feita.

A dor pode variar em intensidade, dependendo da gravidade da anquilose e da causa subjacente.

foto de anquilose

Deformidade

Com o tempo, a anquilose no quadril pode levar a deformidades na articulação, como uma posição anormal da perna ou do quadril.

Impacto na qualidade de vida

A perda de mobilidade no quadril devido à anquilose pode ter um impacto significativo na qualidade de vida, tornando atividades diárias, como vestir-se e andar, desafiadoras e limitadas.

Limitação das atividades

A anquilose no quadril pode limitar significativamente a capacidade de realizar atividades físicas e de participar de atividades sociais, o que pode afetar a independência e a qualidade de vida do indivíduo.

Existem grupos de risco?

Existem fatores de risco e condições que aumentam a probabilidade de desenvolver anquilose no quadril. Alguns dos principais grupos de risco e fatores de risco incluem:

Artrite Reumatoide

A artrite reumatoide é uma doença autoimune que afeta as articulações, incluindo o quadril.

A inflamação crônica nas articulações pode levar à destruição da cartilagem e, eventualmente, à anquilose.

Espondilite Anquilosante

A espondilite anquilosante é uma forma de artrite que afeta principalmente a coluna vertebral e as articulações sacroilíacas.

No entanto, pode se espalhar para outras articulações, incluindo o quadril, levando à anquilose.

Lesões Traumáticas

Lesões graves no quadril, como fraturas e lesões articulares, podem aumentar o risco de anquilose se a recuperação não for adequada.

Doenças Inflamatórias Sistêmicas

Condições inflamatórias sistêmicas, como lúpus, artrite idiopática juvenil e doença de Behçet, podem afetar várias articulações, incluindo o quadril.

Infecções

Infecções no quadril, como artrite séptica (infecção da articulação), se não forem tratadas adequadamente, podem levar à anquilose.

Idade

A anquilose do quadril pode ser mais comum em pessoas mais velhas devido ao desgaste natural das articulações com o envelhecimento.

Histórico Familiar

Ter um histórico familiar de doenças autoimunes ou inflamatórias, como artrite reumatoide, pode aumentar o risco de desenvolver anquilose no quadril.

É importante reconhecer os fatores de risco e, se você estiver em um grupo de risco ou tiver sintomas de problemas no quadril, é aconselhável procurar um especialista.

É possível tratar?

O tratamento da anquilose no quadril depende da causa subjacente e da gravidade da condição.

Embora a anquilose seja uma condição em que a articulação perde sua mobilidade normal, é importante ressaltar que, em alguns casos, a reabilitação e o tratamento podem ajudar a melhorar a mobilidade e a qualidade de vida.

A abordagem de tratamento pode incluir o seguinte:

Fisioterapia

A fisioterapia desempenha um papel fundamental no tratamento da anquilose do quadril.

Um fisioterapeuta pode trabalhar com o paciente para melhorar a mobilidade, fortalecer os músculos ao redor do quadril e ensinar exercícios de alongamento.

A terapia física pode ser particularmente eficaz em casos de anquilose incipiente ou quando a causa subjacente é uma condição inflamatória.

foto de anquilose

Cirurgia

Em casos graves de anquilose, quando a perda de mobilidade é extensa e a qualidade de vida é significativamente afetada, a cirurgia pode ser considerada.

Isso pode envolver a artroplastia total do quadril, na qual a articulação do quadril é substituída por uma prótese.

Essa cirurgia pode restaurar a mobilidade e aliviar a dor em pacientes adequados.

Fisioterapia Pós Cirúrgica

Após a cirurgia de artroplastia do quadril, a fisioterapia é fundamental para ajudar na recuperação, fortalecimento muscular e restauração da função.

É importante lembrar que o tratamento da anquilose do quadril deve ser individualizado e baseado na causa subjacente, na gravidade da condição e nas necessidades do paciente.

Portanto, é fundamental consultar um especialista para uma avaliação adequada e um plano de tratamento personalizado.

Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, melhores são as chances de preservar a função do quadril e melhorar a qualidade de vida.

Prevenção

A prevenção da anquilose no quadril está fortemente relacionada à prevenção das condições subjacentes que podem levar à anquilose.

Gerenciamento de Doenças Inflamatórias

Se você tiver uma doença inflamatória, como artrite reumatoide ou espondilite anquilosante, é fundamental seguir o tratamento recomendado por seu médico.

O controle adequado dessas condições pode ajudar a prevenir a progressão para a anquilose.

Prevenção de Lesões

Evite lesões traumáticas no quadril, como quedas graves ou acidentes.

Use medidas de segurança adequadas e, em situações de alto risco, como prática de esportes, utilize equipamento de proteção.

Reabilitação Após Lesões

Se você sofrer uma lesão no quadril, é importante seguir o tratamento recomendado pelo especialista.

A reabilitação adequada pode ajudar a restaurar a mobilidade e prevenir a anquilose.

Exercícios Físicos

Manter um programa regular de exercícios que inclua alongamentos, fortalecimento muscular e atividades de baixo impacto pode ajudar a manter a mobilidade do quadril e reduzir o risco de anquilose.

foto de anquilose

Cuidados com a Saúde Geral

Manter uma boa saúde geral, incluindo manter um peso saudável, controlar doenças crônicas como diabetes e hipertensão e evitar o tabagismo, pode contribuir para a saúde do quadril.

Acompanhamento Médico Regular

Consultar regularmente um médico, especialmente se você tiver fatores de risco, pode ajudar a detectar precocemente problemas no quadril ou condições subjacentes que possam levar à anquilose.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A proposta do Instituto TRATA está fundamentada no conceito de inovação, no que se refere ao tratamento de membros inferiores (quadril, joelho e pé).

A garantia de resultados eficazes reflete os procedimentos adotados pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente é submetido a uma avaliação clínica detalhada, feita por um especialista da equipe.

É esse primeiro passo que viabiliza um direcionamento específico ao tratamento, de acordo com o quadro particular de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

A seguir, o paciente é levado a uma avaliação cinemática dos movimentos do corpo. A finalidade é analisar como os ossos e os músculos estão organizados na reação à gravidade e às forças atuantes no corpo humano. Para isso, utilizamos um software exclusivo de análise de movimento chamado TrataScan, cuja tecnologia avançada permite detectar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que acabam levando a um quadro inflamatório ou doloroso, por exemplo.

Assimetrias, padrões motores, lesões associadas, existência de compensações e quais estruturas devem ser trabalhadas são alguns pontos que podem ser avaliados durante essa etapa.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

O último passo consiste na aplicação do protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores, formulado pela rede e baseado em evidências científicas.

O foco se concentra no alinhamento biomecânico dos membros inferiores com o objetivo final de melhora do quadro do paciente (sem recidivas) e, por conseguinte, de uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Nenhum atendimento é padrão. Avaliamos as necessidades específicas de cada paciente e montamos a abordagem de tratamento mais assertiva para cada quadro.

A tecnologia faz parte do nosso programa de tratamento com o objetivo de oferecer aos pacientes o que há de mais avançado no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: