Cartilagem do joelho: como recuperar? 

O joelho é, sem dúvida, a articulação mais complexa do organismo, visto que recebe cargas, possui ligamentos, o osso patelar, além de ser o local de inserção de vários músculos. Mas, a cartilagem do joelho é uma estrutura essencial, que pode apresentar problemas. 

Entretanto, o que é a cartilagem do joelho e quais são os problemas que podem ocorrer nessa cartilagem? 

Agendar sua Avaliação

É possível regenerar a cartilagem? Falaremos sobre esses assuntos, confira! 

O que é a cartilagem?

esquem mostrando a anatomia e cartilagem do joelho
A cartilagem do joelho é um tecido que envolve o osso.

A cartilagem é um tecido fibroelástico, sem inervação ou vasos sanguíneos, o qual reveste as superfícies articulares, justamente para amortecer os impactos e suavizar o deslizamento das superfícies articulares. 

Essa estrutura é formada por células denominadas condrócitos, colágeno e água. 

Agendar sua Avaliação

A água, inclusive, é parte extremamente importante da cartilagem, correspondendo a 60-80% da sua constituição. 

Já o colágeno presente na cartilagem está distribuído sob a forma de feixes espessos, na região mais superficial, os feixes estão paralelos à superfície articular, o que forma como se fosse um revestimento, ajudando a servir de amortecedor de compressão. 

Porém, na região mais profunda da cartilagem, os feixes de fibras colágenas estão perpendiculares à superfície, ajudando a fixar a cartilagem no osso. 

Por não ter vasos sanguíneos, a cartilagem do joelho apresenta dificuldades de regeneração. 

Quais são os principais problemas de cartilagem do joelho?

Com o passar do tempo, ou seja, com o envelhecimento, a cartilagem do joelho pode apresentar-se desgastada. 

De fato, problemas de cartilagem do joelho também podem ocorrer em indivíduos que praticam muita atividade física, tais como corrida ou ciclismo, por exemplo. 

Portanto, são formas diferentes de lesões que podem aparecer na cartilagem. Em caso de indivíduos que praticam atividades físicas com impacto frequentemente, podem aparecer microtraumas de repetição na cartilagem. 

Esses microtraumas podem levar a fissuras e a inflamação crônica na região, o que pode resultar em artrose, por exemplo. 

Por outro lado, em um indivíduo que joga futebol e recebe uma pancada, isso é um trauma direto na região, o que pode levar ao deslocamento e até arrancamento de um pedaço da cartilagem. 

Assim, as lesões persistentes causadas por microtraumas, bem como lesões diretas, artrite/artrose são os tipos mais comuns de lesão condral, que é o nome dado à lesão na cartilagem do joelho. 

Sintomas de problemas na cartilagem do joelho

pessoa segurando a pernas com dor por conta d eproblemas na cartilagem do joelho
O principal sintoma de problemas na cartilagem do joelho é a dor na região.

Dentre os sintomas mais comuns de problemas na cartilagem, podemos citar: 

  • Dor no joelho; 
  • Joelho inchado; 
  • Dificuldade de se movimentar e executar atividades diárias, como agachar e subir escadas, por exemplo; 
  • Limitação do movimento; 
  • Bloqueio articular (incapacidade de dobrar o joelho); 
  • Estalidos. 

Como diagnosticar problemas na cartilagem do joelho?

Um diagnóstico correto de um problema na cartilagem deve ser dado pelo especialista, que vai se basear no histórico do problema, nos sintomas apresentados e também na avaliação física do momento. 

Além disso, o profissional poderá solicitar exames de imagens, para conseguir fechar o diagnóstico com mais precisão. 

O exame indicado é a ressonância nuclear magnética. Por meio desse exame, é possível observar a anatomia, bem como a espessura da cartilagem. 

Tratamento para problemas na cartilagem do joelho

paciente fazendo exames no joelho
Há dois tipos de tratamentos para recuperar a cartilagem do joelho.

Existem, basicamente, dois tipos de tratamento para problemas na cartilagem do joelho: tratamento conservador e tratamento cirúrgico. 

Tratamento conservador 

Esse tipo de tratamento envolve sessões de fisioterapia e outros procedimentos para avaliar a dor e a inflamação local.

A artrose, também conhecida como gonartrose, pode apresentar resultados positivos com sessões de fisioterapia, para que a patologia não evolua, impedindo a movimentação da perna. 

Mas, o programa de fisioterapia deve ser sempre individualizado, conforme a mobilidade e respeitando os limites do paciente. 

Tratamento cirúrgico 

Alguns casos a cirurgia é indicada para problemas articulares. 

Com a artroscopia do joelho, é possível inserir uma câmera e a cavidade articular pode ser lavada, bem como pedaços de tecidos soltos da cavidade possam ser removidos. 

Assim, por meio de um orifício no joelho é colocada a câmera e por outro é realizada a retirada de tecidos, os quais podem estar atrapalhando a mobilidade. 

Mas há também outras técnicas cirúrgicas indicadas. Pode-se também retirar a cartilagem afetada e estimular a criação de um novo tecido, por meio da raspagem óssea. 

Pode-se também utilizar scaffolds, que são biomembranas, ou seja, membranas que não vão criar reações inflamatórias graves, mas sim estimular a produção de novo tecido na região. 

Outra técnica é a de mosaicoplastia, na qual é retirada cartilagem do paciente de uma região que não recebe carga articular e essa cartilagem é inserida na região do joelho com problemas. 

Por último, há também técnicas que utilizam cartilagem sintética para ser colocada na região ou então, transplante de condrócitos, ou seja, células sadias são retiradas e cultivadas em laboratório, até serem transplantadas para a região do joelho com problema. 

A técnica apropriada, bem como a indicação de cirurgia ou não depende muito das condições físicas do paciente, incluindo seus hábitos. 

Cartilagem do joelho regenera?

criança examinando o joelho em consultório médico
Não há como recuperar a cartilagem do joelho.

Como a cartilagem não possui vasos sanguíneos, fica difícil a sua regeneração. 

O que, na verdade, acontece é a substituição do tecido cartilaginoso, por outro, denominado tecido cicatricial fibrocartilaginoso, que pode exercer a mesma função de maneira satisfatória. 

E os remédios para cartilagem? 

Há muitos remédios e propagandas que prometem melhorar a cartilagem do joelho. Mas, será que esses remédios funcionam mesmo? 

Nos últimos anos, muitos produtos surgiram no mercado prometendo melhorar dores nas articulações, sobretudo em caso de artrite e artrose. 

Esses medicamentos possuem elementos, tais como sulfato de glicosamina, sulfato de condroitina, e colágeno hidrolisado, por exemplo. 

A resposta a esses medicamentos é muito individual, dado que há pessoas que apresentam certa melhora das dores. Já outras, não apresentam nenhuma modificação dos sintomas. 

Quando se pensa em estudos científicos, ainda não há estudos robustos que confirmem que esses suplementos tragam benefícios a todos os pacientes. 

Porém, alguns pacientes sentem melhora com esses suplementos. 

Como prevenir problemas de cartilagem no joelho?

Se você tem receio de desenvolver problemas articulares, sobretudo no joelho, é importante seguir algumas recomendações. 

  • Mantenha-se no peso para sua idade e altura; 
  • Não seja sedentário, praticando atividade física de forma regular; 
  • Se for corredor, diminua a quilometragem em caso de dor; 
  • Faça sempre fortalecimento muscular; 
  • Em caso de dor persistente, procure diagnóstico adequado; 
  • Faça as sessões de fisioterapia recomendadas pelo especialista.
Agendar sua Avaliação