Quais são as principais lesões associadas à corrida de rua?

A corrida de rua é uma atividade que pode trazer uma série de benefícios aos praticantes, como fortalecimento do corpo, redução do estresse e controle do peso corporal, porém, quando não feita de maneira adequada e sem a supervisão de um especialista, ela pode ocasionar lesões nos membros inferiores.

Nesse artigo você vai descobrir quais são as principais lesões no joelho, quadril, pé e tornozelo associadas à corrida de rua.

Agendar sua Avaliação

foto de corrida de rua

O que é corrida de rua?

A corrida de rua é uma prática esportiva em que os participantes correm em vias públicas, estradas ou trilhas ao ar livre.

Geralmente, essas corridas são organizadas em percursos de diferentes distâncias, como 5 km, 10 km, meia maratona (21,1 km) e maratona (42,195 km), entre outras.

Agendar sua Avaliação

É um esporte muito popular em todo o mundo, tanto como uma forma de competição quanto de atividade física recreativa.

As corridas de rua podem variar em níveis de competição, desde eventos amadores locais até grandes maratonas internacionais que atraem corredores profissionais e entusiastas de todo o globo.

Quais são os benefícios da corrida de rua?

A corrida de rua oferece uma variedade de benefícios para a saúde física, mental e emocional.

Em termos de saúde física, ela fortalece o coração, ajuda a controlar o peso, fortalece os músculos das pernas, tronco e braços, melhora a resistência e fortalece os ossos, prevenindo doenças.

No aspecto mental e emocional, a corrida libera endorfinas, reduzindo o estresse e melhorando o humor, além de promover um sono de melhor qualidade.

Atingir metas de corrida pode aumentar a autoconfiança e a autoestima, e a atividade física em geral pode melhorar o foco, concentração e capacidade de resolução de problemas.

Socialmente, a corrida oferece oportunidades de conexão com outras pessoas que compartilham interesses semelhantes, enquanto enfrentar desafios físicos pode ser gratificante.

Além disso, a corrida é uma atividade acessível, podendo ser feita em qualquer lugar, apenas com um par de tênis e espaço aberto.

Quais são as principais lesões associadas à corrida de rua?

foto de corrida de rua

As principais lesões nos membros inferiores associadas à corrida de rua são bastante comuns devido ao impacto repetitivo e às demandas físicas da atividade.

Quadril

Síndrome do Piriforme

Inflamação ou irritação do nervo ciático devido à compressão pelo músculo piriforme, levando a dor no quadril e glúteo.

Tendinite Trocantérica

Inflamação dos tendões na área do trocânter maior do fêmur, resultando em dor lateral no quadril.

Joelho

Condromalácia Patelar

Desgaste da cartilagem sob a patela devido à má biomecânica ou sobrecarga, resultando em dor na parte frontal do joelho.

Lesão do Ligamento Cruzado Anterior (LCA)

Uma das lesões mais graves do joelho, geralmente ocorrendo com movimentos de torção, resultando em instabilidade do joelho.

Síndrome da Banda Iliotibial (ITBS)

Inflamação da banda que vai da pelve até abaixo do joelho devido ao atrito com o osso, resultando em dor no lado externo do joelho.

Lesões Meniscais

Danos no tecido cartilaginoso do joelho, comumente ocorrendo com movimentos de torção ou flexão excessiva.

Condromalácia Femoropatelar

Amolecimento ou desgaste da cartilagem na parte de trás da patela, levando a dor no joelho durante a corrida.

Pé e Tornozelo

Fascite Plantar

Inflamação da fáscia plantar, resultando em dor no calcanhar, especialmente durante os primeiros passos após o repouso.

Tendinite de Aquiles

Inflamação do tendão de Aquiles devido ao excesso de uso ou biomecânica inadequada, resultando em dor no calcanhar ou ao longo do tendão.

Fraturas por Estresse

Resultam do impacto repetitivo, como fraturas de estresse na tíbia, metatarsos ou calcâneos.

Entorses de Tornozelo

Lesões nos ligamentos do tornozelo devido a um movimento brusco, resultando em dor e inchaço.

Bursite

Inflamação das bursas ao redor das articulações, como a bursite retrocalcânea no calcanhar.

Metatarsalgia

Dor na parte frontal do pé devido à inflamação dos ossos metatarsais, muitas vezes causada por sobrecarga ou calçados inadequados.

Neuroma de Morton

Espessamento do tecido ao redor dos nervos que levam aos dedos dos pés, resultando em dor, formigamento ou queimação.

Como funciona o tratamento das lesões?

foto de corrida de rua

O tratamento das lesões associadas à corrida de rua com um fisioterapeuta geralmente segue um plano de cuidados individualizado com o objetivo de aliviar a dor, promover a cicatrização e fortalecer a área afetada.

Avaliação inicial

O fisioterapeuta realizará uma avaliação completa da lesão, incluindo histórico médico, sintomas, exame físico e, às vezes, testes especializados.

Durante a avaliação, o fisioterapeuta identificará a causa subjacente da lesão, áreas de fraqueza muscular, desequilíbrios biomecânicos ou problemas de movimento que podem ter contribuído para a lesão.

Desenvolvimento de um plano de tratamento

Com base na avaliação, o fisioterapeuta desenvolverá um plano de tratamento personalizado.

O plano pode incluir uma combinação de técnicas e modalidades de tratamento para abordar a dor, inflamação, mobilidade reduzida e força muscular comprometida.

Técnicas de Tratamento

  • Terapia Manual: O fisioterapeuta pode usar técnicas de terapia manual, como liberação miofascial, manipulações articulares suaves para melhorar a mobilidade e reduzir a dor.
  • Eletroterapia: Isso pode incluir o uso de ultrassom, estimulação elétrica, ou laser terapêutico para promover a cicatrização, reduzir a inflamação e aliviar a dor.
  • Exercícios: Prescrição de exercícios específicos para fortalecer os músculos, melhorar a estabilidade articular, flexibilidade e coordenação.
  • Treinamento de equilíbrio e propriocepção: Exercícios para melhorar o equilíbrio, coordenação e consciência corporal para prevenir futuras lesões.

foto de corrida de rua

Educação e Prevenção

O fisioterapeuta fornecerá orientações sobre como prevenir lesões futuras, incluindo dicas de treinamento, postura adequada durante a corrida, uso de calçados adequados, e técnicas de recuperação.

Educação sobre autocuidado, como a aplicação de gelo, uso de compressão e elevação para controle da dor e inchaço.

Acompanhamento e reavaliação

Durante o curso do tratamento, o fisioterapeuta monitorará a progressão da recuperação e fará ajustes no plano de tratamento conforme necessário.

Consultas de acompanhamento são importantes para garantir uma recuperação completa e prevenir recorrências.

Integração gradual à corrida

À medida que a recuperação progride, o fisioterapeuta orientará a reintegração gradual à corrida, começando com corridas curtas e de baixa intensidade.

O fisioterapeuta pode recomendar um programa de treinamento específico para ajudar na transição segura de volta à corrida.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A base da proposta do Instituto TRATA está centrada na ideia de inovação no tratamento das extremidades inferiores, abrangendo quadril, joelho e pé. A asseguração de resultados eficazes espelha os métodos seguidos pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente passa por uma avaliação clínica detalhada realizada por um especialista da equipe. Esse inicial procedimento possibilita uma orientação direcionada ao tratamento, considerando o quadro individual de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

Posteriormente, o paciente passa por uma avaliação cinemática dos movimentos corporais. O objetivo é examinar a organização dos ossos e músculos em resposta à gravidade e às forças que atuam no corpo humano. Para essa finalidade, empregamos um software especializado de análise de movimento chamado TrataScan. Sua tecnologia avançada permite identificar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que podem resultar em quadros inflamatórios ou dolorosos, por exemplo.

Durante essa fase, é possível avaliar assimetrias, padrões motores, lesões associadas, presença de compensações e determinar quais estruturas necessitam de intervenção.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

A etapa final envolve a implementação do protocolo de tratamento para lesões nas extremidades inferiores, desenvolvido pela rede e embasado em evidências científicas.

A atenção é direcionada para o alinhamento biomecânico das extremidades inferiores, visando aprimorar a condição do paciente (evitando recidivas) e, consequentemente, proporcionar uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Não há um atendimento padronizado. Analisamos as necessidades individuais de cada paciente e desenvolvemos a abordagem de tratamento mais adequada para cada caso.

A incorporação da tecnologia é uma parte integral do nosso programa de tratamento, com o propósito de proporcionar aos pacientes as mais avançadas técnicas no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: