Dor Embaixo do Pé Perto dos Dedos: causas e tratamento

Sentir dor embaixo do pé perto dos dedos pode ser comum em algumas situações, mas também pode ser o sinal de um problema mais grave nessa região.

Nesse artigo você vai descobrir quais condições causam dor embaixo do pé e perto dos dedos e quando você deve procurar um especialista para tratar o seu caso.

Agendar sua Avaliação

Dor embaixo do pé perto dos dedos é um sintoma normal?

Dor na parte inferior do pé, especialmente perto dos dedos, não é considerada normal, a menos que haja uma causa específica e temporária, como uma lesão recente, uma pressão temporária devido ao uso de sapatos apertados ou um esforço excessivo.

Se a dor for persistente, recorrente ou começar a interferir nas atividades diárias, é importante procurar um especialista para determinar a causa e receber o tratamento adequado.

foto de dor embaixo do pé perto dos dedos

Agendar sua Avaliação

Quais são as possíveis causas?

A dor sob o pé, especialmente perto dos dedos, pode ser causada por várias razões, e a gravidade da situação pode variar de acordo com cada caso.

Descubra a seguir algumas situações em que você deve considerar procurar orientação especializada.

Neuroma de Morton

O neuroma de Morton é uma condição que afeta os nervos que se estendem para os dedos dos pés.

É uma causa comum de dor na parte frontal do pé, principalmente entre o terceiro e quarto dedos (embora possa ocorrer entre outros dedos também).

Esta condição ocorre quando o tecido ao redor dos nervos na região fica espessado ou irritado, levando a sintomas dolorosos.

Os sintomas mais comuns do neuroma de Morton incluem dor, queimação, sensação de choque ou formigamento na parte frontal do pé, geralmente entre o terceiro e quarto dedos.

A dor pode ser aguda e intensa, especialmente ao caminhar, ficar em pé ou usar sapatos apertados. Os sintomas costumam ser aliviados quando os sapatos são removidos e os pés estão em repouso.

As causas exatas do neuroma de Morton não são completamente compreendidas, mas a condição está frequentemente associada a pressão repetida ou trauma nos nervos da região, como o uso de sapatos apertados, de salto alto ou de bicos finos.

O uso prolongado de calçados inadequados pode levar ao desenvolvimento do neuroma.

Metatarsalgia

A metatarsalgia é uma condição que causa dor e desconforto na região metatársica do pé, que é a parte da frente do pé, logo antes dos dedos.

A dor geralmente é sentida na base dos dedos, onde os ossos metatarsais se encontram com as articulações dos dedos.

A metatarsalgia é muitas vezes associada à pressão excessiva nessa área e pode ocorrer devido a várias causas, incluindo:

  • Calçados: O uso frequente de calçados apertados, de salto alto, ou que não fornecem suporte adequado pode resultar em uma distribuição desigual do peso sobre os pés. Isso pode aumentar a pressão sobre a região metatársica e levar à metatarsalgia.
  • Atividade física intensa: Praticar esportes de alto impacto, correr ou saltar frequentemente pode sobrecarregar os pés e causar metatarsalgia. Atletas são particularmente propensos a essa condição.
  • Sobrecarga de peso: Pessoas com excesso de peso ou obesas podem colocar pressão adicional na região metatársica, aumentando o risco de desenvolver metatarsalgia.
  • Pés planos ou arcos altos: Anormalidades no formato dos pés, como pés planos ou arcos altos, podem aumentar a probabilidade de desenvolver metatarsalgia.

Os sintomas comuns da metatarsalgia incluem dor na parte frontal do pé, perto dos dedos, sensação de queimação ou dormência na área afetada, dor ao caminhar ou ficar em pé por períodos prolongados e piora da dor ao realizar atividades que envolvem o uso dos pés, como correr ou pular.

Fascite plantar

A fascite plantar é uma condição dolorosa que afeta a planta do pé, especificamente a fáscia plantar, um tecido fibroso que se estende ao longo da sola do pé, desde o calcanhar até a base dos dedos.

Ela é uma das causas mais comuns de dor na região do pé e frequentemente causa dor na parte inferior do calcanhar, mas a dor também pode irradiar para a área próxima dos dedos.

A causa da fascite plantar é a inflamação ou irritação da fáscia plantar, que ocorre devido ao estresse repetitivo na área.

Esse estresse pode ser causado por vários fatores, como sobrecarga de atividades físicas, uso de calçados inadequados, problemas na biomecânica do pé, excesso de peso, ou até mesmo fatores genéticos.

A dor na fascite plantar geralmente é sentida na base do calcanhar, mas pode irradiar para a parte anterior do pé e os dedos.

Os sintomas podem variar em intensidade e são frequentemente mais pronunciados após o repouso, como levantar-se de manhã ou depois de ficar sentado por um tempo.

foto de dor embaixo do pé perto dos dedos

Quando procurar um especialista?

Você deve procurar um especialista nos seguintes casos de dor na parte inferior do pé próxima aos dedos:

Dor persistente

Se a dor na parte inferior do pé perto dos dedos persistir por mais de algumas semanas, é aconselhável consultar um especialista para avaliação.

Dor recorrente

Se você tem episódios recorrentes de dor nos pés, mesmo que eles desapareçam temporariamente, é importante investigar a causa subjacente para evitar que a condição se agrave.

Agravamento dos sintomas

Se a dor está piorando com o tempo, em vez de melhorar, isso pode ser um sinal de que há um problema subjacente que requer atenção especializada.

Dificuldade nas atividades diárias

Se a dor interfere nas atividades diárias, como caminhar, correr, trabalhar ou realizar tarefas comuns, é aconselhável procurar ajuda de um especialista para avaliação e tratamento adequados.

Inchaço, vermelhidão ou calor

Se você notar sinais de inflamação, como inchaço, vermelhidão ou calor na área dolorida, é importante buscar atendimento especializado imediatamente, pois isso pode indicar uma infecção ou outra condição mais grave.

Lesões traumáticas

Se a dor no pé perto dos dedos for o resultado de uma lesão aguda, como uma torção, pancada ou queda, é aconselhável procurar atendimento especializado para garantir que não haja fraturas, ligamentos rompidos ou outros danos.

Outros sintomas associados

Se a dor vem acompanhada de outros sintomas, como dormência, formigamento, fraqueza, perda de sensibilidade ou alterações na cor da pele.

Em resumo, se você estiver enfrentando dor na parte inferior do pé próxima aos dedos e estiver preocupado com sua origem ou gravidade, é aconselhável procurar a avaliação de um especialista em podologia ou ortopedia.

Um diagnóstico preciso é fundamental para determinar a causa da dor e implementar o tratamento adequado, a fim de aliviar os sintomas e prevenir possíveis complicações.

Como funciona o tratamento?

O tratamento com um especialista para dor na parte inferior do pé próxima aos dedos geralmente segue um processo estruturado que envolve várias etapas.

Avaliação inicial

O tratamento começa com uma avaliação abrangente.

Durante essa avaliação, você discutirá seus sintomas, histórico e atividades diárias.

Ele também realizará um exame físico detalhado do pé, observando sua mobilidade, força, flexibilidade e biomecânica.

Essa avaliação ajudará o especialista a entender a causa da dor e a desenvolver um plano de tratamento personalizado.

foto de dor embaixo do pé perto dos dedos

Estabelecimento de metas

Com base na avaliação inicial, o especialista e você estabelecerão metas específicas de tratamento.

Essas metas podem incluir alívio da dor, melhora da mobilidade, fortalecimento dos músculos e retorno às atividades normais.

Plano de tratamento

Ele a criará um plano de tratamento personalizado, que pode incluir uma variedade de técnicas e exercícios.

Essas técnicas podem abordar fatores como flexibilidade, força, postura e biomecânica do pé e do membro inferior.

foto de dor embaixo do pé perto dos dedos

Exercícios terapêuticos

Os exercícios terapêuticos desempenham um papel fundamental no tratamento.

O especialista ensinará exercícios específicos destinados a fortalecer os músculos, melhorar a flexibilidade e corrigir desequilíbrios biomecânicos.

Esses exercícios podem ser realizados no consultório do fisioterapeuta e em casa como parte de um programa de exercícios contínuo.

foto de dor embaixo do pé perto dos dedos

Alongamentos

Os alongamentos podem ajudar a melhorar a flexibilidade dos músculos e ligamentos, aliviando a tensão na área afetada.

Modalidades físicas

Dependendo do caso, o especialista pode utilizar modalidades físicas como ultrassom, eletroterapia ou crioterapia para aliviar a dor e reduzir a inflamação.

Educação e aconselhamento

O especialista fornecerá informações sobre como cuidar do seu pé, incluindo recomendações sobre calçados apropriados, técnicas de alívio da dor e prevenção de recorrências.

É importante seguir o plano de tratamento especializado de maneira consistente e realizar os exercícios e técnicas recomendados em casa.

A duração do tratamento pode variar dependendo da gravidade da condição, mas o objetivo é aliviar a dor, melhorar a função e capacitar você a retomar suas atividades normais.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A proposta do Instituto TRATA está fundamentada no conceito de inovação, no que se refere ao tratamento de membros inferiores (quadril, joelho e pé).

A garantia de resultados eficazes reflete os procedimentos adotados pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente é submetido a uma avaliação clínica detalhada, feita por um especialista da equipe.

É esse primeiro passo que viabiliza um direcionamento específico ao tratamento, de acordo com o quadro particular de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

A seguir, o paciente é levado a uma avaliação cinemática dos movimentos do corpo. A finalidade é analisar como os ossos e os músculos estão organizados na reação à gravidade e às forças atuantes no corpo humano. Para isso, utilizamos um software exclusivo de análise de movimento chamado TrataScan, cuja tecnologia avançada permite detectar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que acabam levando a um quadro inflamatório ou doloroso, por exemplo.

Assimetrias, padrões motores, lesões associadas, existência de compensações e quais estruturas devem ser trabalhadas são alguns pontos que podem ser avaliados durante essa etapa.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

O último passo consiste na aplicação do protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores, formulado pela rede e baseado em evidências científicas.

O foco se concentra no alinhamento biomecânico dos membros inferiores com o objetivo final de melhora do quadro do paciente (sem recidivas) e, por conseguinte, de uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Nenhum atendimento é padrão. Avaliamos as necessidades específicas de cada paciente e montamos a abordagem de tratamento mais assertiva para cada quadro.

A tecnologia faz parte do nosso programa de tratamento com o objetivo de oferecer aos pacientes o que há de mais avançado no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: