A dor no Tendão de Aquiles

O termo “Tendão de Aquiles” refere-se ao tendão localizado na parte posterior da perna, conectando os músculos da panturrilha ao calcanhar.

Lesões nessa região são comuns e podem ocorrer devido a uma variedade de atividades.

Agendar sua Avaliação

Se você estiver experimentando dor recorrente na região do calcanhar ou na parte posterior da perna, fique atento, pois pode ser uma questão relacionada ao Tendão de Aquiles.

Neste artigo, você vai aprender sobre essa condição e saber quando é o momento de buscar ajuda profissional.

foto de dor no tendão de aquiles

Agendar sua Avaliação

O que é Tendão de Aquiles?

O tendão de Aquiles é uma robusta faixa de tecido que conecta os músculos da panturrilha ao osso do calcanhar.

Esta região é amplamente utilizada em atividades cotidianas que muitos de nós realizamos, como andar, correr e saltar.

A dor nessa área pode ser comparada a uma sensação de queimadura, manifestando-se na parte posterior da perna ou no calcanhar.

Essa dor frequentemente se intensifica com a atividade física e tende a melhorar com o repouso.

O que pode causar inflamação no tendão de Aquiles?

Existem diferentes causas que podem levar a essa condição. A mais comum é o uso excessivo do tornozelo ou calcanhar, ou o processo natural de envelhecimento.

Outras causas incluem o desgaste frequente na região em indivíduos devido às suas profissões, onde há um desgaste constante, ou em atletas como corredores ou saltadores.

Outros fatores também podem contribuir para o problema, incluindo:

Tendinite de Aquiles

A tendinite no tendão de Aquiles é uma condição caracterizada pela inflamação do tendão. Ela resulta na deterioração das fibras de colágeno que compõem o tendão.

Bursite

Esta condição causa a inflamação dos bursas (pequenos sacos de líquido) localizados ao redor do tendão de Aquiles.

Ruptura ou laceração do tendão de aquiles

Trata-se de uma lesão grave que demanda cuidados médicos imediatos e pode frequentemente representar um rompimento completo do tendão

Como saber se meu tendão de Aquiles está inflamado?

foto de dor no tendão de aquiles

O principal sintoma é a dor, mas também podem surgir outros sintomas como:

  • Fraqueza na perna afetada;
  • Dor na parte de trás do tornozelo ou calcanhar;
  • Inchaço na parte de trás do tornozelo ou calcanhar;
  • Dificuldade em andar ou correr;
  • Rigidez no tornozelo ou calcanhar;
  • Vermelhidão na parte de trás do tornozelo ou calcanhar.

O tendão de Aquiles tem cura?

A maioria dos casos de dor no tendão de Aquiles pode ser tratada através de uma combinação de fisioterapia e suporte temporário para o tornozelo.

Nos casos mais graves, a cirurgia pode ser recomendada, sendo a fisioterapia um importante aliado para auxiliar o paciente na recuperação segura após o procedimento.

Com o tratamento adequado, a maioria dos pacientes consegue uma recuperação total da lesão.

Como tratar a dor no tendão de Aquiles?

Se você está experimentando dor persistente no tendão de Aquiles é recomendável procurar um especialista para uma avaliação detalhada.

Esse profissional poderá realizar exames físicos, solicitar exames de imagem e elaborar um plano de tratamento adequado para sua situação..

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico e o tratamento da dor no tendão de Aquiles podem variar, dependendo da causa específica da dor e da gravidade da lesão.

Confira algumas informações gerais sobre o processo de diagnóstico e as opções de tratamento disponíveis:

Diagnóstico

foto de dor no tendão de aquiles

  • Histórico e exame físico: O especialista perguntará sobre os sintomas, histórico de lesões anteriores, atividades físicas e possíveis fatores de risco. Realizará, então, um exame físico para avaliar a área afetada, a mobilidade do tornozelo e a sensibilidade.
  • Testes de imagem: Uma ultrassonografia ou ressonância magnética pode ser solicitada para obter imagens detalhadas do tendão e da área circundante, permitindo ao médico identificar inflamação, rupturas ou outras anormalidades.
  • Outros exames: Exames de sangue podem ser solicitados em alguns casos para descartar outras condições, como artrite reumatoide.

Tratamento

foto de dor no tendão de aquiles

  • Gelo: Aplicar gelo na área afetada pode ajudar a reduzir a inflamação e aliviar a dor. É importante envolver o gelo em um pano fino para evitar queimaduras na pele.
  • Fisioterapia: Exercícios específicos conduzidos por um fisioterapeuta podem fortalecer o tendão de Aquiles e a musculatura ao redor, melhorando a estabilidade e a flexibilidade.
  • Suporte ortopédico: Palmilhas ou calçados especiais podem ajudar a distribuir a pressão mais uniformemente pelo pé e aliviar a tensão no tendão de Aquiles.
  • Infiltrações de corticosteroides: Injeções de corticosteroides podem ser administradas para reduzir a inflamação em alguns casos.
  • Cirurgia: Para lesões graves no tendão de Aquiles, a cirurgia pode ser necessária para reparar o tendão.

É essencial destacar que cada caso é único, e o plano de tratamento deve ser personalizado às necessidades individuais. Portanto, seguir as orientações do especialista é fundamental.

Ademais, é crucial evitar o autodiagnóstico e a automedicação, pois podem agravar a lesão e prolongar o período de recuperação.

A importância da fisioterapia para tratamento do Tendão de Aquiles

foto de dor no tendão de aquiles

A fisioterapia é uma parte essencial no tratamento da dor no tendão de Aquiles.

As sessões de tratamento com um fisioterapeuta podem ajudar a:

  • Reduzir a dor e o inchaço;
  • Aumentar a amplitude de movimento;
  • Melhorar a força e a flexibilidade;
  • Diminuir o risco de recidivas.

Um fisioterapeuta também pode instruir o paciente em exercícios para mobilizar e fortalecer adequadamente os músculos e tendões ao redor do tornozelo, auxiliando na prevenção de futuras lesões.

Para corredores ou outros tipos de atletas, o fisioterapeuta pode ainda ajudar a elaborar um programa de treinamento que minimize o risco de recidivas, permitindo que o paciente permaneça ativo enquanto prossegue com o tratamento.

Se, com base nessas informações, você suspeitar que pode estar sofrendo de dores no tendão de Aquiles, contate um fisioterapeuta hoje mesmo para agendar uma avaliação e iniciar o caminho para a recuperação.

Como prevenir Dor No Tendão De Aquiles na corrida?

Prevenir a dor no tendão de Aquiles durante atividades físicas envolve adotar medidas para fortalecer os tendões, os músculos e prevenir lesões.

Confira algumas dicas para ajudar a reduzir o risco de desenvolver dor no tendão de Aquiles durante a corrida:

  • Aquecimento adequado: Antes de iniciar qualquer atividade física, realize um aquecimento leve para melhorar a circulação sanguínea nos músculos e tendões. Isso pode incluir uma caminhada rápida, alongamentos dinâmicos ou alguns exercícios leves de fortalecimento.
  • Fortalecimento muscular: Fortaleça os músculos da panturrilha e da perna. Exercícios como elevações de panturrilha, agachamentos e lunges são benéficos para reforçar os músculos que apoiam o tendão de Aquiles.
  • Progressão gradual: Aumente a intensidade e duração das corridas gradualmente. Evite incrementos abruptos na distância ou intensidade, pois isso pode sobrecarregar o tendão.
  • Calçados adequados: Utilize tênis de corrida apropriados para seu tipo de pé e pisada. Consulte um especialista em calçados esportivos para selecionar o par ideal.
  • Superfície para correr: Prefira evitar correr em superfícies muito duras ou irregulares para não aumentar a pressão sobre o tendão de Aquiles. Opte por correr em locais mais macios, como grama ou trilhas de terra.
  • Evite exageros: Permita tempo suficiente para o corpo se recuperar entre as sessões de treinamento. Descanse adequadamente e permita que os músculos e tendões recuperem.
  • Mobilidade após o treino: Realize exercícios de mobilidade leves após treinar para promover a flexibilidade e prevenir o encurtamento dos músculos da panturrilha.
  • Tratamento imediato de lesões: Ao sentir qualquer desconforto ou dor no tendão de Aquiles, interrompa imediatamente a atividade e aplique o método RICE (repouso, gelo, compressão e elevação). Se a dor persistir, procure avaliação e tratamento especializado.
  • Consultoria profissional: Para orientações sobre técnicas de corrida adequadas e exercícios específicos de fortalecimento para prevenir lesões, consulte um fisioterapeuta ou treinador.

Adotando essas práticas, você pode diminuir consideravelmente o risco de dor no tendão de Aquiles e desfrutar de corridas mais seguras e prazerosas.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A base da proposta do Instituto TRATA está centrada na ideia de inovação no tratamento das extremidades inferiores, abrangendo quadril, joelho e pé. A asseguração de resultados eficazes espelha os métodos seguidos pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente passa por uma avaliação clínica detalhada realizada por um especialista da equipe. Esse inicial procedimento possibilita uma orientação direcionada ao tratamento, considerando o quadro individual de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

Posteriormente, o paciente passa por uma avaliação cinemática dos movimentos corporais. O objetivo é examinar a organização dos ossos e músculos em resposta à gravidade e às forças que atuam no corpo humano. Para essa finalidade, empregamos um software especializado de análise de movimento chamado TrataScan. Sua tecnologia avançada permite identificar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que podem resultar em quadros inflamatórios ou dolorosos, por exemplo.

Durante essa fase, é possível avaliar assimetrias, padrões motores, lesões associadas, presença de compensações e determinar quais estruturas necessitam de intervenção.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

A etapa final envolve a implementação do protocolo de tratamento para lesões nas extremidades inferiores, desenvolvido pela rede e embasado em evidências científicas.

A atenção é direcionada para o alinhamento biomecânico das extremidades inferiores, visando aprimorar a condição do paciente (evitando recidivas) e, consequentemente, proporcionar uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Não há um atendimento padronizado. Analisamos as necessidades individuais de cada paciente e desenvolvemos a abordagem de tratamento mais adequada para cada caso.

A incorporação da tecnologia é uma parte integral do nosso programa de tratamento, com o propósito de proporcionar aos pacientes as mais avançadas técnicas no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: