Exame de Joelho: quando é necessário?

Os exames de joelho são importantes para diagnosticar uma variedade de condições que podem afetar essa articulação fundamental do corpo humano, porém, ao contrário do que muitos pensam, nem sempre os exames de imagem são necessários.

Nesse artigo você vai descobrir quando quais são os tipos de exames e qual especialista deve procurar em casos de dor no joelho.

Agendar sua Avaliação

foto de exame de joelho

Quando devo procurar um especialista?

É sempre importante prestar atenção à sua saúde, especialmente quando se trata de dores nas articulações, como no joelho.

Descubra alguns sinais de que você deve procurar um especialista:

Agendar sua Avaliação

Dor persistente

Se a dor no joelho persistir por mais de alguns dias é um sinal de que algo mais pode estar errado.

Inchaço contínuo

Se o joelho está inchado e esse inchaço não diminui com tratamentos básicos pode indicar um problema mais sério.

Dor intensa

Se a dor é tão intensa que você tem dificuldade em colocar peso sobre o joelho ou realizar atividades normais do dia a dia.

Dor durante a noite

Se a dor está interferindo com o seu sono, isso geralmente indica que há algo mais sério acontecendo.

foto de exame de joelho

Dificuldade de movimento

Se você está experimentando dificuldade em dobrar ou estender completamente o joelho, ou se sentir que o joelho “trava” ao tentar movê-lo.

Histórico de lesões

Se você teve lesões anteriores no joelho ou em outras partes do corpo que podem afetar o joelho, é importante monitorar qualquer nova dor ou desconforto.

Qual especialista devo procurar?

Quando a dor no joelho surge, muitas pessoas tendem a pensar automaticamente em marcar uma consulta com um médico ortopedista. No entanto, é importante saber que nem sempre essa é a primeira etapa necessária.

Um fisioterapeuta pode ser um profissional de primeiro contato extremamente eficaz quando se trata de dores e lesões no joelho.

O fisioterapeuta é um especialista treinado para avaliar, diagnosticar e tratar uma ampla gama de problemas musculoesqueléticos, incluindo dores no joelho.

Muitas vezes, eles são capazes de fornecer um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado sem a necessidade de uma avaliação inicial de um médico.

Quais são os tipos de exames para diagnosticar condições nos joelhos?

Existem vários tipos de exames que podem ser utilizados para diagnosticar condições nos joelhos, cada um oferecendo informações específicas sobre a estrutura e funcionamento da articulação.

Exames de Imagem

foto de exame de joelho

Radiografia (Raio-X)

Um dos exames mais simples e comuns.

Mostra estruturas ósseas, podendo identificar fraturas, desalinhamentos, osteoartrite, entre outros.

Ressonância Magnética (RM)

Fornece imagens detalhadas de ossos, tecidos moles, cartilagens e ligamentos.

Útil para diagnosticar lesões ligamentares (como rupturas do ligamento cruzado anterior), lesões meniscais, inflamações e outras condições.

Ultrassonografia (USG)

Pode ser usado para avaliar tecidos moles, como tendões e ligamentos.

Útil para identificar tendinites, bursites e derrames articulares.

Tomografia Computadorizada (TC)

Semelhante ao raio-X, mas oferece imagens mais detalhadas e tridimensionais.

Usado para casos específicos que necessitam de informações mais detalhadas sobre a estrutura óssea.

Testes Funcionais

Artrografia

Injeção de contraste na articulação seguida de radiografias ou RM.

Permite uma avaliação mais precisa de lesões nos tecidos moles, como ligamentos e meniscos.

Artroscopia

Procedimento cirúrgico no qual um pequeno instrumento é inserido na articulação para visualizar e, em alguns casos, tratar problemas.

Pode ser usado tanto para diagnóstico quanto para tratamento de lesões no joelho.

Testes de Estresse e Movimento

foto de exame de joelho

Teste de Lachman

Avalia a estabilidade do ligamento cruzado anterior (LCA).

Teste de Pivot Shift

Testa a integridade do LCA em casos de lesões.

Teste de McMurray

Utilizado para diagnosticar lesões meniscais.

Teste de Apley

Ajuda a determinar a presença de lesões meniscais e outros problemas

Exames de imagem são sempre necessários?

É comum associar a necessidade de exames de imagem, como radiografias ou ressonâncias magnéticas, ao diagnóstico de condições no joelho.

No entanto, é importante saber que nem sempre esses exames são necessários logo de início.

Muitas vezes, um fisioterapeuta pode realizar um diagnóstico preciso usando apenas a anamnese detalhada e exames físicos.

Amamnese

A anamnese é a parte da consulta em que o fisioterapeuta faz perguntas detalhadas sobre o histórico do paciente, os sintomas atuais, eventos que desencadearam a dor, entre outros aspectos.

foto de exame de joelho

Exame Físico

O exame físico realizado por um fisioterapeuta é uma ferramenta poderosa para avaliar o estado do joelho. Durante esse exame, o profissional realizará uma série de testes e avaliações como palpação, testes de amplitude, testes de estabilidade e testes funcionais.

Em quais casos os exames de imagem não são necessários?

foto de exame de joelho

Os exames de imagem do joelho podem não ser necessários em alguns casos, especialmente quando o especialista consegue fazer um diagnóstico claro com base no exame físico e na anamnese detalhada.

Descubra alguns cenários em que os exames de imagem podem ser evitados inicialmente:

  • Lesões leves ou traumas menores;
  • Histórico claro e condições conhecidas;
  • Dor relacionada a sobrecarga ou uso excessivo;
  • Sinais de lesões musculares ou tendinosas;
  • Boa resposta ao tratamento conservador;
  • Acompanhamento de lesões conhecidas.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A base da proposta do Instituto TRATA está centrada na ideia de inovação no tratamento das extremidades inferiores, abrangendo quadril, joelho e pé. A asseguração de resultados eficazes espelha os métodos seguidos pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente passa por uma avaliação clínica detalhada realizada por um especialista da equipe. Esse inicial procedimento possibilita uma orientação direcionada ao tratamento, considerando o quadro individual de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

Posteriormente, o paciente passa por uma avaliação cinemática dos movimentos corporais. O objetivo é examinar a organização dos ossos e músculos em resposta à gravidade e às forças que atuam no corpo humano. Para essa finalidade, empregamos um software especializado de análise de movimento chamado TrataScan. Sua tecnologia avançada permite identificar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que podem resultar em quadros inflamatórios ou dolorosos, por exemplo.

Durante essa fase, é possível avaliar assimetrias, padrões motores, lesões associadas, presença de compensações e determinar quais estruturas necessitam de intervenção.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

A etapa final envolve a implementação do protocolo de tratamento para lesões nas extremidades inferiores, desenvolvido pela rede e embasado em evidências científicas.

A atenção é direcionada para o alinhamento biomecânico das extremidades inferiores, visando aprimorar a condição do paciente (evitando recidivas) e, consequentemente, proporcionar uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Não há um atendimento padronizado. Analisamos as necessidades individuais de cada paciente e desenvolvemos a abordagem de tratamento mais adequada para cada caso.

A incorporação da tecnologia é uma parte integral do nosso programa de tratamento, com o propósito de proporcionar aos pacientes as mais avançadas técnicas no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: