Os males do joelho de saltador

Já ouviu a expressão “joelho de saltador”? Se não, você não está sozinho. O joelho do saltador é uma condição que é frequentemente negligenciada e mal compreendida.

No artigo de hoje, discutiremos tudo o que precisamos saber sobre essa condição e os riscos ao não tratá-la da forma correta.

Agendar sua Avaliação

Daremos também algumas dicas sobre como evitar que o joelho do saltador se desenvolva e como evitar o pior dos sintomas dessa condição.

valgo dinamico

Afinal, o que é o joelho de saltador?

O joelho do saltador é uma condição que afeta os tendões (tecidos que ligam os seus músculos aos seus ossos) do joelho, fazendo com que eles fiquem inflamados. Isto pode causar dor, rigidez e inchaço na zona afetada.

Agendar sua Avaliação

O joelho de saltador geralmente afeta que tipo de pessoas?

O joelho do saltador é mais comum em atletas que participam em desportos que envolvem muitos saltos e aterragens, como basquetebol, voleibol e atletismo.

No entanto, pode também afetar pessoas que não praticam esportes, como aqueles que sofreram uma lesão no joelho, e também é frequentemente visto em adultos mais velhos que têm artrite ou outras condições que causam inflamação nas articulações.

Quais são os sintomas do joelho do saltador?

O sintoma mais comum é a dor em volta da patela, que pode ser agravada ao saltar ou aterrissar. As vezes, o paciente pode sentir dor na coxa ou na perna.

A dor tende a ser pior ao dobrar o joelho, subir as escadas ou ao sentar durante longos períodos de tempo. Também é possível notar dificuldade no joelho ao sobrar e esticar a perna.

O que costuma causar esse tipo de lesão?

Geralmente é causado pelo uso excessivo dos tendões do joelho. Isto pode ser tanto à prática de esportes como por fazer atividade de alto impacto em superfícies duras.

A condição pode atingir idosos devido a fatores degenerativos nos tendões.

Também pode ser causado por uma lesão, como uma patela machucada, por exemplo.

Existe fatores de risco para o joelho do saltador?

Pessoas que estejam relacionadas com atividades físicas que envolvem o uso excessivo da articulação do joelho são as que mais devem se preocupar com esse tipo de lesão.

Essa condição também pode ser relacionada a desequilíbrios musculares na coxa e na perna. Pessoas que têm pés chatos ou quando o arco do pé alto está inchado também tem tendências a desenvolver essa condição.

Como é diagnosticada essa lesão?

O seu médico ou fisioterapeuta fará um exame físico e avaliará os sintomas. Exames como radiografia ou ressonância magnética também podem ser solicitado para descartar outras condições que possam atingir o joelho.

Como é feito o tratamento?

O objetivo do tratamento para esta condição é reduzir a dor e a inflamação, bem como melhorar a função da perna afetada.

Entre as opções de tratamento conservador, é possível tratar sem utilizar métodos invasivos, como:

  • Fisioterapia;
  • Exercícios de alongamento e força.

Fisioterapia como aliado para tratar o joelho do saltador

profisisonal examinando uma das pernas da paciente com geno varo

Na hora de ajudar a tratar essa condição normalmente os esforços se concentram em melhorar a flexibilidade e a força dos músculos em torno do joelho.

O terapeuta também pode usar técnicas de manuseio para ajudar a reduzir a dor e a inflamação.

A cirurgia só é recomendada se as opções de tratamento conservador não estiverem dando resultado.

É possível prevenir o joelho de saltador?

Algumas medidas preventivas podem ser adotadas. Para atletas, por exemplo, fazer o aquecimento antes da prática de esportes utilizando a técnica apropriada, prepara a articulação para receber o impacto, evitando um desgaste maior no joelho.

O uso de sapatos apropriados também é uma dica para quem quer evitar desgaste no joelho e evitar outras patologias que também atingem essa articulação.

Quais os riscos de não tratar essa lesão?

Ao não receber tratamento adequado, o joelho de saltador pode levar a problemas mais graves, como ruptura de tendões ou danos maiores na articulação. Em casos graves, o paciente pode ficar incapaz de utilizar o joelho.

Conclusão

O joelho do saltador é uma condição que pode ser dolorosa e debilitante, mas há opções de tratamento disponíveis. A fisioterapia é uma opção que pode ajudar a melhorar os sintomas do joelho do saltador.

A cirurgia só é recomendada em casos específicos, e a prevenção também é possível. Ao sentir qualquer dor ou rigidez no joelho, não deixe de consultar um fisioterapeuta.

Obrigada pela leitura!

Agendar sua Avaliação