Quanto tempo dura uma lesão no menisco?

Uma lesão no menisco refere-se ao dano ou ruptura de um dos dois meniscos localizados no joelho.

Lesões no joelho podem variar em gravidade desde pequenas fissuras até rupturas maiores, que podem ser longitudinais, radiais, horizontais ou em forma de alça de balde.

Agendar sua Avaliação

No artigo a seguir você vai descobrir quais são os sintomas, causas, quanto tempo dura e quais são as opções de tratamentos para uma lesão no menisco.

Quais são os tipos de menisco?

Os meniscos são estruturas de cartilagem no joelho que atuam como amortecedores entre o fêmur (osso da coxa) e a tíbia (osso da canela).

Existem dois tipos principais de menisco em cada joelho:

Agendar sua Avaliação

Menisco medial

Localizado na parte interna do joelho, o menisco medial é maior e tem uma forma mais oval.

Ele é menos móvel que o menisco lateral devido à sua fixação mais firme ao ligamento colateral medial, o que o torna mais suscetível a lesões.

Menisco lateral

Situado na parte externa do joelho, o menisco lateral tem uma forma mais circular e é menor que o menisco medial.

Devido à sua maior mobilidade e menor fixação aos ligamentos, esse menisco é menos propenso a lesões em comparação com o menisco medial.

foto de lesão no menisco

Ambos os meniscos são cruciais para a saúde e a funcionalidade do joelho, pois absorvem impacto, estabilizam a articulação, lubrificam a articulação e distribuem o peso de forma equilibrada durante atividades como andar, correr e saltar.

Como acontece uma lesão no menisco?

Uma lesão no joelho pode ocorrer de várias maneiras, geralmente envolvendo movimentos que exercem pressão excessiva ou anormal sobre os joelhos.

As lesões meniscais são comuns em atletas, mas também podem afetar pessoas de todas as idades durante atividades cotidianas.

Movimentos de torção ou rotação do joelho

Movimentos rápidos e bruscos de torção ou rotação do joelho enquanto o pé está fixo no chão podem causar lesões nos meniscos.

Esse tipo de lesão é comum em esportes que envolvem mudanças rápidas de direção, como futebol, basquete e tênis.

Agachamento profundo

Agachar ou dobrar o joelho profundamente, especialmente sob carga, pode colocar pressão excessiva nos meniscos, levando a possíveis lesões.

Levantadores de peso e atletas que realizam agachamentos frequentemente estão em risco.

foto de lesão no menisco

Impacto direto

Um golpe direto na lateral do joelho pode causar lesão no menisco.

O impacto pode forçar o menisco a se mover de maneira anormal, resultando em rasgo ou dano.

Desgaste ao longo do tempo (degeneração)

À medida que envelhecemos, os meniscos podem se desgastar e enfraquecer, aumentando o risco de lesões mesmo durante atividades de baixo impacto, como caminhar ou subir escadas.

Lesões degenerativas do menisco são mais comuns em indivíduos mais velhos.

Movimentos súbitos de parada ou mudança de direção

Movimentos que exigem que o corpo pare repentinamente ou mude de direção enquanto corre podem levar a lesões meniscais.

Essa força súbita pode estressar o menisco além de sua capacidade de absorção.

Quais os sintomas da lesão no menisco?

Lesões no menisco, que são danos à cartilagem que atua como “amortecedor” entre os ossos do joelho, podem apresentar uma variedade de sintomas.

Esses sintomas variam dependendo da extensão da lesão e se ela é aguda (resultante de um trauma específico) ou crônica (desenvolvendo-se ao longo do tempo, geralmente devido ao desgaste).

Dor no joelho

A dor no joelho é frequentemente o primeiro sintoma de uma lesão no menisco.

Ela pode ser localizada na área do joelho afetado, seja no lado interno (medial) ou no lado externo (lateral).

A dor pode piorar ao realizar atividades que colocam pressão sobre o joelho, como correr, agachar ou subir escadas.

Inchaço ou edema

O inchaço no menisco pode ocorrer rapidamente dentro das primeiras 24 horas após a lesão, mas em alguns casos, pode se desenvolver mais lentamente ao longo de vários dias.

O inchaço é uma resposta inflamatória à lesão.

Rigidez e limitação de movimento

Pode haver uma sensação de rigidez no joelho, com uma limitação na sua capacidade de se mover completamente.

Dobrar ou esticar o joelho pode ser difícil e doloroso.

foto de lesão no menisco

Sensação de travamento ou estalos

Um sintoma característico de lesão no menisco é a sensação de que o joelho está travando ou “pegando” durante o movimento.

Também podem ocorrer estalos audíveis ou sensíveis ao mover o joelho.

Dificuldade para apoiar o peso

Pode haver desconforto ou dor ao tentar apoiar peso no joelho afetado, o que pode levar a uma sensação de instabilidade ou fraqueza no joelho.

Sensação de que o joelho vai “ceder”

Algumas pessoas podem sentir como se o joelho não fosse capaz de sustentar seu peso, especialmente durante atividades físicas, o que pode provocar insegurança ao caminhar ou correr.

Quanto tempo dura uma lesão no menisco?

O tempo de recuperação de uma lesão no menisco pode variar bastante, dependendo de vários fatores, incluindo a gravidade da lesão no menisco, o tipo de tratamento escolhido e a resposta individual do paciente ao tratamento.

foto de lesão no menisco

De forma geral, podemos dividir as lesões no menisco e seus respectivos tempos de recuperação em duas categorias principais: lesões tratadas conservadoramente (sem cirurgia) e lesões que requerem intervenção cirúrgica.

Como tratar uma lesão no menisco?

Os tratamentos para o menisco podem ser conservadores (sem cirurgia) ou envolver intervenção cirúrgica, dependendo da situação específica.

Tratamento conservador (sem cirurgia)

foto de lesão no menisco

O tratamento conservador para o menisco é frequentemente recomendado para lesões menos graves, especialmente em pacientes que não apresentam sintomas de travamento do joelho ou em casos onde a lesão está localizada em uma área do menisco com bom suprimento sanguíneo, o que pode permitir uma cicatrização natural.

Etapas do tratamento conservador

Gelo

Aplicar gelo no joelho afetado por 15 a 20 minutos, várias vezes ao dia, pode ajudar a reduzir o inchaço e a dor.

Fisioterapia

Um fisioterapeuta pode desenvolver um programa personalizado de exercícios para fortalecer os músculos ao redor do joelho, melhorar a amplitude de movimento e reduzir a carga sobre o menisco lesionado.

A terapia também pode incluir técnicas de modalidade, como ultrassom ou estimulação elétrica, para promover a cicatrização e reduzir a dor.

foto de lesão no menisco

Tratamento com intervenção cirúrgica

A cirurgia pode ser necessária para lesões meniscais mais graves, especialmente se houver sintomas de travamento no joelho, se a lesão for complexa ou se o tratamento conservador não tiver sido eficaz.

foto de lesão no menisco

Meniscectomia parcial

Remoção do tecido danificado do menisco.

Este procedimento é frequentemente realizado por artroscopia, uma técnica minimamente invasiva que utiliza pequenas incisões e câmeras para visualizar e reparar o dano.

Sutura do menisco

Se a lesão estiver em uma área do menisco com bom suprimento sanguíneo, pode ser possível suturar o menisco rasgado.

Este procedimento também é geralmente realizado por artroscopia.

foto de lesão no menisco

Repouso e cuidados iniciais

Após a cirurgia, instruções específicas sobre repouso, uso de muletas, aplicação de gelo e elevação do joelho serão fornecidas.

Reabilitação

Um programa de fisioterapia é crucial após a cirurgia para restaurar a função do joelho, melhorar a força muscular e garantir uma recuperação completa.

O programa e a duração da reabilitação variam dependendo do tipo de procedimento realizado e das necessidades individuais do paciente.

Prevenindo lesões de menisco

Embora nem todas as lesões no menisco possam ser completamente evitadas, especialmente aquelas decorrentes de acidentes súbitos ou do desgaste natural com a idade, existem várias estratégias que podem ajudar a reduzir o risco de sofrer uma lesão no menisco.

Estas estratégias se concentram em fortalecer os músculos ao redor do joelho, melhorar a flexibilidade, e adotar práticas seguras durante atividades físicas.

Vejamos algumas dessas medidas preventivas:

Fortalecimento muscular

Exercícios que fortalecem os músculos da perna, especialmente o quadríceps e os isquiotibiais, podem ajudar a estabilizar o joelho.

Músculos mais fortes suportam melhor a articulação do joelho, diminuindo a carga sobre os meniscos.

Melhoria da flexibilidade

Exercícios de mobilidade podem melhorar a flexibilidade dos músculos das pernas, o que ajuda a prevenir lesões. Músculos flexíveis são menos propensos a serem danificados durante atividades físicas.

Técnicas adequadas

Aprender e aplicar técnicas adequadas durante atividades esportivas ou exercícios pode reduzir significativamente o risco de lesões no menisco.

Isso inclui saber como pousar corretamente após um salto e como realizar movimentos de torção.

Uso de equipamento adequado

O uso de calçados adequados para cada tipo de atividade pode ajudar a absorver impactos e oferecer suporte adequado ao joelho, reduzindo o risco de lesões.

Manter um peso saudável

Manter um peso corporal saudável pode reduzir a carga nos joelhos durante atividades cotidianas e esportivas, diminuindo assim o risco de lesões nos meniscos.

Aquecimento adequado

Realizar um aquecimento adequado antes de participar de qualquer atividade física pode preparar os músculos e articulações para o exercício, reduzindo o risco de lesões.

Evitar movimentos de alto risco sem preparação

Movimentos que envolvem torção súbita do joelho, especialmente sob carga, apresentam um risco maior de lesão no menisco.

Evitar esses movimentos ou abordá-los com cautela pode ajudar a prevenir lesões.

Moderação na atividade

Aumentar gradualmente a intensidade e a duração das atividades físicas pode ajudar a evitar o excesso de uso das articulações, o que pode levar a lesões.

Recuperação e descanso adequados

Permitir que o corpo tenha tempo suficiente para se recuperar após exercícios intensos ou atividades esportivas pode ajudar a prevenir lesões, incluindo aquelas no menisco.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A base da proposta do Instituto TRATA está centrada na ideia de inovação no tratamento das extremidades inferiores, abrangendo quadril, joelho e pé. A asseguração de resultados eficazes espelha os métodos seguidos pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente passa por uma avaliação clínica detalhada realizada por um especialista da equipe. Esse inicial procedimento possibilita uma orientação direcionada ao tratamento, considerando o quadro individual de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

Posteriormente, o paciente passa por uma avaliação cinemática dos movimentos corporais. O objetivo é examinar a organização dos ossos e músculos em resposta à gravidade e às forças que atuam no corpo humano. Para essa finalidade, empregamos um software especializado de análise de movimento chamado TrataScan. Sua tecnologia avançada permite identificar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que podem resultar em quadros inflamatórios ou dolorosos, por exemplo.

Durante essa fase, é possível avaliar assimetrias, padrões motores, lesões associadas, presença de compensações e determinar quais estruturas necessitam de intervenção.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

A etapa final envolve a implementação do protocolo de tratamento para lesões nas extremidades inferiores, desenvolvido pela rede e embasado em evidências científicas.

A atenção é direcionada para o alinhamento biomecânico das extremidades inferiores, visando aprimorar a condição do paciente (evitando recidivas) e, consequentemente, proporcionar uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Não há um atendimento padronizado. Analisamos as necessidades individuais de cada paciente e desenvolvemos a abordagem de tratamento mais adequada para cada caso.

A incorporação da tecnologia é uma parte integral do nosso programa de tratamento, com o propósito de proporcionar aos pacientes as mais avançadas técnicas no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: