O que o Ortopedista Especialista em Pé trata?

Um ortopedista especialista em pé e tornozelo é um médico que concentra sua prática e conhecimento na avaliação, diagnóstico e tratamento de condições médicas e lesões que afetam essas articulações.

Nesse artigo você vai descobrir quando deve procurar esse especialista e quais exames ele pode solicitar.

Agendar sua Avaliação

Quando é hora de procurar um ortopedista especialista em pé e tornozelo?

foto de Ortopedista Especialista em Pé

É recomendável procurar um ortopedista especializado em pé e tornozelo quando houver dor persistente nos pés, lesões, deformidades, dificuldades na marcha, problemas nas articulações, dores nos calcanhares, alterações na marcha ou infecções nos pés.

Qualquer desconforto ou preocupação com a saúde dos pés que impacte a qualidade de vida justifica uma consulta com esse especialista.

Agendar sua Avaliação

Quais exames o ortopedista especialista em pé pode pedir?

foto de Ortopedista Especialista em Pé

O ortopedista especialista em pé e tornozelo pode solicitar uma variedade de exames, dependendo dos sintomas, da história clínica do paciente e da condição específica que está sendo avaliada.

Alguns dos exames comuns que um ortopedista pode pedir incluem:

Radiografias (Raio-X)

Esses exames de imagem são frequentemente utilizados para avaliar ossos e articulações, auxiliando no diagnóstico de fraturas, deslocamentos, deformidades ósseas, artrite e outras condições.

Ressonância Magnética (RM)

A RM oferece imagens detalhadas dos tecidos moles, como músculos, tendões, ligamentos e cartilagens. É útil para diagnosticar lesões em tecidos moles, como rupturas de ligamentos, lesões meniscais e problemas articulares.

Tomografia Computadorizada (TC)

A TC fornece imagens tridimensionais detalhadas, sendo frequentemente utilizada para avaliar fraturas complexas, lesões articulares e problemas ósseos mais específicos.

Ultrassonografia

Pode ser usada para avaliar estruturas musculares, tendões e ligamentos, além de identificar a presença de líquido em uma articulação.

Densitometria Óssea

Este exame mede a densidade mineral óssea e é utilizado para avaliar a saúde óssea e diagnosticar condições como a osteoporose.

Artrografia

Injeção de um meio de contraste em uma articulação, seguida por radiografias ou outras imagens, para avaliar a estrutura interna da articulação.

Eletromiografia (EMG)

Utilizada para avaliar a função dos músculos e dos nervos, sendo útil no diagnóstico de condições neuromusculares.

Análises Laboratoriais

Testes de sangue podem ser solicitados para avaliar marcadores inflamatórios, níveis de ácido úrico (para condições como gota) e outros indicadores relacionados a doenças sistêmicas ou inflamatórias.

Qual é a diferença entre ortopedista e traumatologista?

foto de Ortopedista Especialista em Pé

Ortopedistas e traumatologistas são profissionais da área médica que compartilham a especialização no cuidado do sistema musculoesquelético, mas há nuances distintas em suas áreas de atuação.

O ortopedista é um médico especializado em ortopedia, uma disciplina que engloba o diagnóstico, tratamento e prevenção de uma ampla variedade de condições relacionadas aos ossos, músculos, tendões, ligamentos e articulações.

Eles lidam com uma gama diversificada de problemas, abrangendo desde doenças crônicas, como osteoartrite, até lesões traumáticas e distúrbios congênitos.

foto de Ortopedista Especialista em Pé

Os ortopedistas podem se especializar em diferentes áreas, como cirurgia ortopédica, medicina esportiva, oncologia ortopédica, entre outras, e estão aptos a oferecer tanto tratamentos cirúrgicos quanto não cirúrgicos para corrigir e aliviar condições musculoesqueléticas.

Já o traumatologista concentra-se especificamente no diagnóstico e tratamento de lesões traumáticas. Esses profissionais estão especialmente treinados para lidar com lesões resultantes de acidentes, quedas, lesões esportivas e outros eventos traumáticos.

Enquanto o ortopedista possui uma abordagem mais abrangente, o traumatologista tem uma ênfase particular em restaurar a função e a integridade do sistema musculoesquelético após eventos de trauma.

Posso ir direto para um fisioterapeuta ou preciso passar por um ortopedista especialista em pé antes?

Se você estiver enfrentando dores, desconfortos ou suspeitas de alguma condição no pé e tornozelo é importante saber que não é necessário consultar um ortopedista primeiro para, em seguida, ser encaminhado a um fisioterapeuta.

foto de Ortopedista Especialista em Pé

De acordo com as orientações do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), o fisioterapeuta desempenha um papel central no atendimento, sendo encarregado de avaliar, realizar diagnósticos fisioterapêuticos, prescrever, implementar tratamentos e conceder alta ao paciente, ou encaminhá-lo a outros especialistas, se necessário.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A base da proposta do Instituto TRATA está centrada na ideia de inovação no tratamento das extremidades inferiores, abrangendo quadril, joelho e pé. A asseguração de resultados eficazes espelha os métodos seguidos pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente passa por uma avaliação clínica detalhada realizada por um especialista da equipe. Esse inicial procedimento possibilita uma orientação direcionada ao tratamento, considerando o quadro individual de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

Posteriormente, o paciente passa por uma avaliação cinemática dos movimentos corporais. O objetivo é examinar a organização dos ossos e músculos em resposta à gravidade e às forças que atuam no corpo humano. Para essa finalidade, empregamos um software especializado de análise de movimento chamado TrataScan. Sua tecnologia avançada permite identificar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que podem resultar em quadros inflamatórios ou dolorosos, por exemplo.

Durante essa fase, é possível avaliar assimetrias, padrões motores, lesões associadas, presença de compensações e determinar quais estruturas necessitam de intervenção.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

A etapa final envolve a implementação do protocolo de tratamento para lesões nas extremidades inferiores, desenvolvido pela rede e embasado em evidências científicas.

A atenção é direcionada para o alinhamento biomecânico das extremidades inferiores, visando aprimorar a condição do paciente (evitando recidivas) e, consequentemente, proporcionar uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Não há um atendimento padronizado. Analisamos as necessidades individuais de cada paciente e desenvolvemos a abordagem de tratamento mais adequada para cada caso.

A incorporação da tecnologia é uma parte integral do nosso programa de tratamento, com o propósito de proporcionar aos pacientes as mais avançadas técnicas no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: