O que faz um médico ortopedista?

Um médico ortopedista é um especialista que se dedica ao diagnóstico, tratamento, prevenção e reabilitação de condições que afetam o sistema musculoesquelético.

A seguir você vai descobrir quando procurar um especialista em membros inferiores.

Agendar sua Avaliação

Qual especialidade médica um ortopedista trata?

O médico ortopedista é especializado no tratamento de ossos, articulações, ligamentos, tendões e ‹músculos.

Os médicos ortopedistas lidam com uma variedade de condições, desde fraturas e luxações até distúrbios musculares, lesões esportivas, doenças degenerativas das articulações (como osteoartrite) e problemas congênitos ou adquiridos relacionados ao sistema musculoesquelético.

foto de ortopedista

Agendar sua Avaliação

Eles podem tratar pacientes de todas as idades, desde crianças até idosos.

Além disso, alguns médicos ortopedistas podem se especializar em áreas específicas, como cirurgia de quadril ou cirurgia de joelho.

foto de ortopedista

Se tiver com condições no sistema locomotor dos membros inferiores posso consultar outro profissional ou somente um ortopedista?

O que muitas pessoas não sabem é que nem sempre é necessário procurar um médico ortopedista de imediato.

Muitas pessoas têm o hábito de associar automaticamente problemas musculoesqueléticos a médicos ortopedistas, mas é importante destacar que os fisioterapeutas são profissionais de primeiro contato capazes de desempenhar um papel crucial nesse processo.

Fisioterapeutas como Profissionais de Primeiro Contato

foto de ortopedista

Os fisioterapeutas são treinados para realizar avaliações abrangentes do sistema musculoesquelético, diagnosticar diversas condições e desenvolver planos de tratamento eficazes.

Ao optar pela consulta inicial com um fisioterapeuta, o paciente pode receber uma avaliação completa, incluindo testes de movimento, palpação, e outros métodos que ajudam a identificar a origem do problema nos membros inferiores.

A abordagem fisioterapêutica pode incluir técnicas de reabilitação, exercícios terapêuticos, mobilizações articulares e outros métodos não invasivos.

Fisioterapeutas são especialistas em fortalecimento muscular e reabilitação, o que pode ser fundamental no tratamento de condições nos membros inferiores.

Além do tratamento, os fisioterapeutas também desempenham um papel preventivo, fornecendo orientações sobre exercícios para evitar lesões futuras.

Importância da Colaboração

Em muitos casos, a colaboração entre ortopedistas e fisioterapeutas é benéfica, e ambos os profissionais podem trabalhar em conjunto para garantir o melhor resultado para o paciente.

Se necessário, o fisioterapeuta pode encaminhar o paciente ao ortopedista para avaliação mais especializada, especialmente se houver indícios de intervenção cirúrgica.

O que um fisioterapeuta trata?

foto de ortopedista

Fisioterapeutas são profissionais de saúde especializados em ajudar na recuperação de condições físicas e no gerenciamento da dor.

Quando se trata dos membros inferiores, eles podem tratar uma ampla variedade de condições, lesões e distúrbios que afetam essa região do corpo.

Algumas das condições mais comuns tratadas por fisioterapeutas nos membros inferiores incluem:

Lesões Musculares e Tendinosas

Distensões musculares e lesões nos tendões, como tendinite.

Lesões Articulares

Entorses articulares, como entorse de tornozelo e lesões nos meniscos do joelho.

Condições Ortopédicas

Osteoartrite, uma doença degenerativa das articulações e bursite, inflamação das bursas nas articulações.

Reabilitação Pós-Cirúrgica

Após cirurgias ortopédicas nos membros inferiores, como reconstrução de ligamentos, substituição de articulações, entre outras.

Lesões Esportivas

Lesões decorrentes da prática esportiva, como estiramentos, contusões e fraturas.

Dores Crônicas

Tratamento de dores crônicas, como a síndrome da dor patelofemoral.

Reabilitação Neuromuscular

Recuperação de lesões neuromusculares que afetam os membros inferiores, como paralisias, neuropatias, entre outras.

Qual é a diferença entre fisioterapia convencional e a personalizada para o sistema musculoesquelético?

Existem várias diferenças entre a fisioterapia convencional (de planos de saúde) e a personalizada.

As principais diferenças são relacionadas a abordagem, a qualidade atendimento e a eficácia do tratamento entre as duas práticas.

Fisioterapia Convencional

A personalização do tratamento pode ser limitada, o que pode resultar em eficácia variável, dependendo da condição e das características individuais.

A maior parte dos fisioterapeutas convencionais, especialmente os que atendem por meio de planos de saúde, podem usar abordagens genéricas para uma variedade de condições.

O atendimento em grupo e a aplicação de técnicas como calor, frio e choque elétrico podem ser utilizados em larga escala, nem sempre adaptados às necessidades específicas de cada paciente.

Fisioterapia Personalizada

Já a fisioterapia personalizada, ou seja, particular, faz uma abordagem individual e centrada no paciente.

Essa abordagem envolve uma avaliação inicial detalhada, onde o fisioterapeuta procura compreender as necessidades específicas e características do paciente.

Depois ele formula um plano de tratamento personalizado, levando em consideração a condição específica, o histórico e os objetivos individuais.

Ela foca não apenas na resolução da condição existente, mas também na prevenção de lesões futuras.

Esse tipo de abordagem pode ser mais eficaz, já que o tratamento é adaptado às necessidades únicas de cada pessoa, considerando fatores como idade, saúde geral e estilo de vida.

foto de ortopedista

Como funciona a avaliação e o tratamento com a fisioterapia personalizada?

Descubra abaixo como funciona a avaliação e o tratamento com a fisioterapia personalizada:

Avaliação Inicial

Entrevista e História Clínica

O fisioterapeuta inicia a avaliação conversando com o paciente para entender detalhes sobre a condição, histórico, sintomas, fatores desencadeantes e objetivos do tratamento.

Exame Físico Detalhado

Realiza um exame físico minucioso, avaliando a amplitude de movimento, força muscular, padrões de movimento, postura e qualquer desconforto ou dor durante a avaliação.

Avaliação Funcional

Observa a funcionalidade geral do paciente, especialmente no que se refere às atividades diárias e à prática de exercícios físicos.

Análise de Exames Complementares

Se necessário, analisa resultados de exames de imagem ou outros exames relevantes para complementar a avaliação clínica.

foto de ortopedista

Formulação do Plano de Tratamento

Estabelecimento de Metas

Em colaboração com o paciente, o fisioterapeuta estabelece metas específicas e realistas para o tratamento, levando em consideração os objetivos do paciente e a natureza da condição.

Desenvolvimento de um Plano Personalizado

Com base na avaliação, o fisioterapeuta elabora um plano de tratamento personalizado, incorporando diferentes técnicas e modalidades fisioterapêuticas de acordo com as necessidades específicas do paciente.

Exercícios Terapêuticos

Prescreve exercícios terapêuticos específicos para fortalecimento muscular, melhoria da flexibilidade, correção de padrões de movimento e promoção da função normal.

Técnicas de Fisioterapia Manual

Utiliza técnicas de fisioterapia manual, como manipulações articulares, mobilizações e liberação miofascial para melhorar a mobilidade e reduzir a dor.

Educação do Paciente

Oferece orientações exercícios em casa e autocuidado, capacitando o paciente a participar ativamente do processo de recuperação.

Acompanhamento e Modificação do Tratamento

Reavaliação Regular

Realiza reavaliações periódicas para monitorar o progresso do paciente e fazer ajustes no plano de tratamento conforme necessário.

Intervenções Adicionais

Pode incorporar outras modalidades, como terapias de calor, frio ou eletroterapia, conforme apropriado para a condição do paciente.

Prevenção de Recorrências

Além de tratar a condição atual, a fisioterapia conservadora tem um foco preventivo, visando evitar recorrências e promover a saúde musculoesquelética a longo prazo.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A base da proposta do Instituto TRATA está centrada na ideia de inovação no tratamento das extremidades inferiores, abrangendo quadril, joelho e pé. A asseguração de resultados eficazes espelha os métodos seguidos pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente passa por uma avaliação clínica detalhada realizada por um especialista da equipe. Esse inicial procedimento possibilita uma orientação direcionada ao tratamento, considerando o quadro individual de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

Posteriormente, o paciente passa por uma avaliação cinemática dos movimentos corporais. O objetivo é examinar a organização dos ossos e músculos em resposta à gravidade e às forças que atuam no corpo humano. Para essa finalidade, empregamos um software especializado de análise de movimento chamado TrataScan. Sua tecnologia avançada permite identificar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que podem resultar em quadros inflamatórios ou dolorosos, por exemplo.

Durante essa fase, é possível avaliar assimetrias, padrões motores, lesões associadas, presença de compensações e determinar quais estruturas necessitam de intervenção.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

A etapa final envolve a implementação do protocolo de tratamento para lesões nas extremidades inferiores, desenvolvido pela rede e embasado em evidências científicas.

A atenção é direcionada para o alinhamento biomecânico das extremidades inferiores, visando aprimorar a condição do paciente (evitando recidivas) e, consequentemente, proporcionar uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Não há um atendimento padronizado. Analisamos as necessidades individuais de cada paciente e desenvolvemos a abordagem de tratamento mais adequada para cada caso.

A incorporação da tecnologia é uma parte integral do nosso programa de tratamento, com o propósito de proporcionar aos pacientes as mais avançadas técnicas no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: