Osteoporose no quadril: o que é, tratamento e sintomas

Hoje você vai tirar todas as suas dúvidas sobre a Osteoporose no quadril, uma condição que pode afetar pessoas de todas as idades, mas costuma ser mais comum em mulheres e idosos.

O que é Osteoporose?

A osteoporose é um distúrbio que enfraquece os ossos, tornando-os frágeis e suscetíveis a quebras com facilidade.

Agendar sua Avaliação

Ela ocorre quando a densidade óssea diminui e a qualidade do osso piora, resultando em ossos porosos e menos resistentes.

Normalmente, o osso passa por um processo contínuo de renovação, em que o corpo remove o osso antigo e substitui por osso novo.

Na osteoporose, esse equilíbrio entre a remoção e a formação óssea fica perturbado, levando a uma perda líquida de massa óssea.

Agendar sua Avaliação

Isso deixa os ossos mais suscetíveis a fraturas, mesmo em resposta a pequenos traumas ou quedas.

foto de Osteoporose

O que é massa óssea?

A massa óssea refere-se à quantidade total de osso em um indivíduo ou em uma determinada região do corpo.

É uma medida da quantidade de tecido ósseo presente e está relacionada à densidade óssea, que é a quantidade de minerais ósseos (principalmente cálcio) contidos nos ossos.

Quanto maior a massa óssea e a densidade óssea, mais fortes e resistentes são os ossos.

A massa óssea pode variar de pessoa para pessoa e ao longo da vida de um indivíduo.

Ela tende a aumentar durante a infância, adolescência e início da idade adulta, atingindo o pico por volta dos 30 anos.

A partir desse ponto, a massa óssea começa a diminuir gradualmente, um processo que se acelera com o envelhecimento.

Quais são os sintomas da osteoporose no quadril?

A osteoporose em si, seja no quadril ou em outras partes do corpo, geralmente não causa sintomas perceptíveis em seus estágios iniciais. Por isso que ela é chamada de “doença silenciosa”.

Os sintomas costumam surgir quando ocorrem fraturas, que são uma das principais complicações da osteoporose.

Quando a osteoporose afeta o quadril e leva a uma fratura nessa região, os sintomas podem incluir:

Dor no quadril

A fratura no quadril costuma ser acompanhada de dor intensa e súbita na região do quadril ou na virilha.

Incapacidade de se mover

A dor intensa muitas vezes dificulta a capacidade de mover a perna afetada ou de suportar peso sobre o lado fraturado do corpo.

Dificuldade para andar

A pessoa com uma fratura no quadril geralmente não consegue andar ou fica com uma marcha limitada.

Encurtamento da perna

A fratura do quadril pode causar um encurtamento aparente da perna afetada

Quais são as causas?

A osteoporose tem várias causas e fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento da condição. As causas e fatores de risco mais comuns incluem:

Envelhecimento

O envelhecimento é um dos principais fatores de risco para a osteoporose.

À medida que envelhecemos, a massa óssea tende a diminuir, tornando os ossos mais frágeis.

Genética

A história familiar de osteoporose pode aumentar o risco da condição, uma vez que a genética desempenha um papel importante na determinação da densidade óssea.

Sexo

A incidência da osteoporose é mais alta entre as mulheres, em particular após a chegada da menopausa.

A diminuição dos níveis de estrogênio na menopausa está associada a uma perda acelerada de massa óssea.

foto de Osteoporose

Hormônios

Desequilíbrios hormonais, como o hipertireoidismo e a hiperparatireoidismo, podem contribuir para a osteoporose.

Além disso, a deficiência de estrogênio em mulheres após a menopausa e a falta de testosterona em homens também podem aumentar o risco.

Histórico

Condições, como a artrite reumatoide, a doença de Crohn, a doença celíaca e a insuficiência renal crônica, podem afetar a saúde óssea e aumentar o risco de osteoporose.

Estilo de vida

Fatores de estilo de vida, como uma dieta pobre em cálcio e vitamina D, falta de atividade física, tabagismo e consumo excessivo de álcool, podem aumentar o risco de osteoporose.

Baixa ingestão de cálcio e vitamina D

A deficiência de cálcio e vitamina D na dieta pode prejudicar a saúde óssea, uma vez que esses nutrientes são essenciais para a formação e manutenção dos ossos.

Imobilização

A falta de atividade física e a imobilização prolongada devido a doenças ou lesões podem resultar em perda de massa óssea.

Predisposição racial

Algumas raças têm maior risco de desenvolver osteoporose do que outras.

Por exemplo, pessoas de ascendência caucasiana e asiática têm maior risco.

É importante notar que a osteoporose é muitas vezes uma condição multifatorial, ou seja, vários desses fatores de risco podem interagir e contribuir para o desenvolvimento da doença.

Osteoporose no quadril tem cura?

A osteoporose em si não tem uma “cura” definitiva, no sentido de que não é uma condição que possa ser completamente revertida de forma permanente.

No entanto, a osteoporose pode ser gerenciada e tratada de várias maneiras para reduzir o risco de fraturas, melhorar a saúde óssea e a qualidade de vida.

Tratamento

foto de Osteoporose

O tratamento da osteoporose no quadril é semelhante ao tratamento da osteoporose em outras partes do corpo, com foco especial na prevenção de fraturas do quadril, que podem ser particularmente debilitantes.

O tratamento visa fortalecer os ossos, reduzir o risco de fraturas e aliviar a dor e os sintomas associados à osteoporose no quadril.

Fisioterapia

A fisioterapia desempenha um papel importante no tratamento da osteoporose de quadril, ajudando a melhorar a força muscular, a mobilidade e o equilíbrio, o que, por sua vez, pode ajudar a prevenir quedas e fraturas.

foto de Osteoporose

Confira os principais aspectos do tratamento com fisioterapia para a osteoporose de quadril:

  • Avaliação inicial: O tratamento começa com uma avaliação completa realizada por um fisioterapeuta especializado. Durante essa avaliação, o fisioterapeuta analisará a condição física do paciente, a força muscular, a flexibilidade, a postura e o equilíbrio. Além disso, o fisioterapeuta irá discutir os sintomas e as preocupações do paciente em relação à osteoporose.
  • Desenvolvimento de um programa de exercícios: Com base na avaliação inicial, o fisioterapeuta desenvolverá um programa de exercícios personalizado. Esse programa geralmente inclui exercícios de fortalecimento muscular, exercícios de equilíbrio, alongamentos e exercícios de resistência. Os exercícios são projetados para atender às necessidades e limitações individuais do paciente.
  • Treinamento de postura e técnicas seguras: O fisioterapeuta ensina ao paciente técnicas seguras de movimento e postura para ajudar a evitar situações que possam aumentar o risco de quedas e fraturas. Isso pode incluir orientações sobre como se levantar da cama, como sentar e levantar de uma cadeira e como andar com segurança.
  • Treinamento de equilíbrio: O fisioterapeuta trabalha com o paciente para melhorar o equilíbrio e a coordenação, reduzindo o risco de quedas. Isso pode envolver exercícios em uma perna, caminhar em linha reta, e práticas que desafiam o equilíbrio.
  • Educação sobre segurança: O fisioterapeuta fornece orientações sobre como tornar o ambiente doméstico mais seguro, identificando e eliminando obstáculos que possam causar quedas.
  • Acompanhamento e ajustes: A fisioterapia é um processo contínuo, e o programa de exercícios e as orientações de segurança podem ser ajustados conforme necessário para atender às necessidades do paciente à medida que a condição evolui.

foto de Osteoporose

Suplementos de cálcio e vitamina D

É fundamental garantir que você esteja recebendo uma quantidade adequada de cálcio e vitamina D na sua dieta.

Em alguns casos, o médico pode prescrever suplementos desses nutrientes.

Mudanças no estilo de vida

Adotar um estilo de vida saudável é essencial no tratamento da osteoporose no quadril.

Isso inclui uma dieta equilibrada rica em cálcio e vitamina D, bem como a prática regular de exercícios de fortalecimento ósseo e equilíbrio.

Cirurgia

Em alguns casos, quando ocorre uma fratura de quadril devido à osteoporose, a cirurgia pode ser necessária para reparar o osso.

A escolha do procedimento cirúrgico depende do tipo de fratura e da saúde geral do paciente.

O tratamento da osteoporose no quadril é geralmente personalizado com base na gravidade da condição e nas necessidades individuais do paciente.

É importante que qualquer tratamento seja supervisionado por um especialista, pois o acompanhamento médico regular é fundamental para avaliar a eficácia do tratamento, fazer ajustes conforme necessário e monitorar a saúde óssea ao longo do tempo.

Prevenção

Embora a osteoporose não possa ser completamente prevenida, é possível adotar medidas para reduzir o risco de desenvolver a condição e suas complicações, como fraturas no quadril.

Dieta equilibrada

Certifique-se de obter uma dieta rica em cálcio e vitamina D, essenciais para a saúde óssea. Alimentos como laticínios, vegetais de folhas verdes, salmão e sardinha são boas fontes de cálcio e vitamina D.

foto de Osteoporose

Suplementos

Caso a ingestão adequada de cálcio e vitamina D através da dieta seja desafiadora, é aconselhável procurar orientação médica antes de iniciar qualquer suplementação, já que seu médico pode recomendar suplementos.

Evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool

O tabagismo e o consumo excessivo de álcool podem prejudicar a saúde dos ossos. Parar de fumar e limitar o consumo de álcool são importantes para a prevenção da osteoporose.

Prevenção de quedas

Tomar medidas para evitar quedas é crucial. Isso inclui manter sua casa livre de obstáculos, usar calçados adequados, usar dispositivos de auxílio, como bengalas ou andadores, se necessário, e praticar exercícios de equilíbrio.

Exames de densidade óssea

Conversar com seu médico sobre exames de densidade óssea é importante, especialmente se você tiver fatores de risco para osteoporose. A detecção precoce da perda de densidade óssea pode permitir o tratamento preventivo.

Exercícios físicos

A prática regular de exercícios, especialmente exercícios de fortalecimento muscular, como levantamento de peso, e exercícios de equilíbrio, pode ajudar a fortalecer os ossos e reduzir o risco de quedas.

foto de Osteoporose

Consulta médica regular

Manter consultas médicas regulares permite que seu médico avalie seu risco de osteoporose e forneça orientações específicas de acordo com suas necessidades.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A proposta do Instituto TRATA está fundamentada no conceito de inovação, no que se refere ao tratamento de membros inferiores (quadril, joelho e pé).

A garantia de resultados eficazes reflete os procedimentos adotados pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente é submetido a uma avaliação clínica detalhada, feita por um especialista da equipe.

É esse primeiro passo que viabiliza um direcionamento específico ao tratamento, de acordo com o quadro particular de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

A seguir, o paciente é levado a uma avaliação cinemática dos movimentos do corpo. A finalidade é analisar como os ossos e os músculos estão organizados na reação à gravidade e às forças atuantes no corpo humano. Para isso, utilizamos um software exclusivo de análise de movimento chamado TrataScan, cuja tecnologia avançada permite detectar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que acabam levando a um quadro inflamatório ou doloroso, por exemplo.

Assimetrias, padrões motores, lesões associadas, existência de compensações e quais estruturas devem ser trabalhadas são alguns pontos que podem ser avaliados durante essa etapa.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

O último passo consiste na aplicação do protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores, formulado pela rede e baseado em evidências científicas.

O foco se concentra no alinhamento biomecânico dos membros inferiores com o objetivo final de melhora do quadro do paciente (sem recidivas) e, por conseguinte, de uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Nenhum atendimento é padrão. Avaliamos as necessidades específicas de cada paciente e montamos a abordagem de tratamento mais assertiva para cada quadro.

A tecnologia faz parte do nosso programa de tratamento com o objetivo de oferecer aos pacientes o que há de mais avançado no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: