Quiropraxia é Perigoso?

A quiropraxia tem ganhado popularidade ao longo dos anos. No entanto, com a crescente procura por essa forma de tratamento, surgem questionamentos sobre a segurança e os potenciais riscos associados à quiropraxia.

Este artigo explora a questão central: quiropraxia é perigoso?

Agendar sua Avaliação

Ao examinar cuidadosamente os benefícios e os possíveis riscos dessa prática, buscamos fornecer uma visão abrangente para ajudar os leitores a tomar decisões informadas sobre sua saúde musculoesquelética.

Quiropraxia é perigoso segundo a organização mundial da saúde?

A quiropraxia é uma abordagem de cuidados de saúde medicina alternativa que se concentra no diagnóstico e tratamento de distúrbios do sistema musculoesquelético, principalmente na coluna vertebral.

Os quiropraxistas utilizam técnicas manuais chamadas ajustes ou manipulações para corrigir desalinhamentos vertebrais.

Agendar sua Avaliação

Ao realinhar as vértebras, eles reduzem a pressão sobre os nervos espinhais, melhorando a transmissão de sinais para o sistema nervoso.

Isso pode aliviar a dor, melhorar a função neuromuscular e promover a cura natural do corpo.

Os quiropráticos usam técnicas manuais, como ajustes na coluna vertebral, para aliviar a dor e melhorar a função.

Em geral, a quiropraxia é considerada segura quando realizada por profissionais treinados e licenciados pela Associação Brasileira de Quiropraxia.

No entanto, como em qualquer forma de tratamento, existem riscos associados.

Algumas pessoas podem experimentar efeitos colaterais temporários após um ajuste quiroprático, como dor ou desconforto leve.

Em casos raros, podem ocorrer complicações mais sérias, como lesões nos nervos ou vasos sanguíneos.

É crucial escolher um quiroprático qualificado e licenciado, e discutir qualquer preocupação de saúde ou histórico prévio antes de iniciar o tratamento.

foto de quiropraxia é perigoso

Além disso, certifique-se de que seu quiroprático esteja ciente de todas as condições médicas subjacentes que você possa ter.

Se você estiver considerando a quiropraxia como parte do seu plano de cuidados de saúde, é sempre aconselhável consultar seu especialista para garantir que seja uma opção segura e apropriada para sua condição específica.

Lembre-se de que cada pessoa é única, e o que funciona para uma pessoa pode não ser apropriado para outra.

Quais são os benefícios da quiropraxia?

Quando realizada por um profissional qualificado e licenciado, a quiropraxia pode oferecer diversos benefícios para o sistema musculoesquelético e, em alguns casos, para o bem-estar geral.

foto de quiropraxia

Alívio da dor

Os ajustes quiropráticos podem ajudar a restaurar a função normal das articulações e aliviar a pressão sobre os nervos, reduzindo assim a dor e melhorando a qualidade de vida.

Melhora da função articular

Isso pode ser particularmente benéfico para pessoas com problemas de articulação ou restrições de movimento.

Melhora na qualidade do sono

A redução da dor e o alívio do desconforto podem contribuir para uma melhora na qualidade do sono em algumas pessoas.

Melhora do desempenho atlético

Atletas muitas vezes procuram a quiropraxia para otimizar a função musculoesquelética, melhorar a amplitude de movimento e prevenir lesões.

Os “estalos” utilizados na quiropraxia são perigosos?

Os “estalos” ou “crepitações” que algumas pessoas experimentam durante um ajuste quiroprático, no pescoço, por exemplo, são geralmente causados pela liberação de gases nas articulações.

Esse fenômeno é conhecido como cavitação articular e ocorre quando a pressão nas articulações é alterada durante o ajuste quiroprático.

Em geral, a cavitação articular não é considerada perigosa.

A liberação de gases não causa danos significativos às articulações ou aos tecidos circundantes.

No entanto, é importante observar que a experiência de “estalos” pode variar de pessoa para pessoa, e nem todos os ajustes quiropráticos resultam nesse som.

É fundamental escolher um quiroprático qualificado e licenciado para realizar os ajustes.

Um profissional treinado será capaz de avaliar adequadamente sua condição, utilizar técnicas apropriadas e ajustar as articulações, como o pescoço, de maneira segura.

foto de quiropraxia

Se você tiver preocupações específicas sobre os “estalos” ou qualquer aspecto do tratamento quiroprático, é aconselhável discutir essas preocupações com seu quiroprático antes do procedimento.

Como mencionado anteriormente, a quiropraxia pode ser uma opção segura para algumas pessoas, mas é sempre recomendável discutir qualquer tratamento alternativo com seu especialista, especialmente se você tiver condições médicas subjacentes ou preocupações específicas.

Existem riscos?

foto de quiropraxia

Assim como qualquer forma de tratamento, a quiropraxia possui alguns riscos e possíveis efeitos colaterais.

É importante estar ciente desses riscos antes de decidir pela quiropraxia.

Lesões musculares ou ligamentares

Algumas pessoas podem experimentar dor muscular ou lesões nos ligamentos após um ajuste quiroprático, especialmente se a técnica não for realizada corretamente.

Lesões na coluna vertebral

Embora raramente, há relatos de lesões na coluna vertebral, como hérnias de disco ou lesões nervosas, após ajustes quiropráticos inadequados ou excessivamente agressivos.

Dor de cabeça ou tontura

Algumas pessoas relatam dor de cabeça ou tontura após a quiropraxia, embora isso geralmente seja temporário.

Desconforto ou dor pós-tratamento

Algumas pessoas podem experimentar desconforto ou dor temporária após um ajuste quiroprático, especialmente se for a primeira vez que passam por esse tipo de tratamento.

Agravamento de condições existentes

Em alguns casos, a quiropraxia pode agravar certas condições preexistentes, especialmente se o quiroprático não estiver ciente de todos os detalhes do histórico médico do paciente.

Riscos em grupos específicos

Grupos específicos, como idosos, gestantes, pessoas com osteoporose avançada ou condições médicas sérias, podem ter riscos aumentados ao receber tratamento quiroprático.

Portanto, é importante adaptar as técnicas conforme necessário.

Raros casos de acidentes vasculares cerebrais (AVCs)

Embora extremamente raros, alguns relatos associaram ajustes quiropráticos a AVCs.

No entanto, a causalidade não foi definitivamente estabelecida.

Quais são as contraindicações?

Embora a quiropraxia possa ser benéfica para muitas pessoas, há algumas contraindicações e situações em que a quiropraxia pode não ser recomendada.

Algumas das contraindicações comuns incluem:

Fraturas ósseas recentes

Se você tiver uma fratura óssea recente, é importante permitir que ela cicatrize adequadamente antes de buscar tratamento quiroprático.

Infecções articulares ou ósseas

Infecções nas articulações ou nos ossos podem ser agravadas pelos ajustes quiropráticos.

Portanto, a quiropraxia pode ser desaconselhada em casos de infecções ativas.

Osteoporose avançada

Em casos de osteoporose avançada, onde os ossos estão muito enfraquecidos, ajustes quiropráticos podem representar um risco de fraturas.

Certas condições neurológicas

Algumas condições neurológicas podem tornar a quiropraxia menos segura.

É essencial informar o quiroprático sobre qualquer condição neurológica existente.

Histórico de acidente vascular cerebral (AVC)

Pessoas com histórico de acidente vascular cerebral podem precisar de precauções adicionais ao receber ajustes quiropráticos.

Certas condições articulares

Algumas condições articulares, como a artrite reumatoide em fase aguda, podem ser contraindicações para a quiropraxia.

Gravidez de alto risco

Em algumas situações de gravidez de alto risco, os ajustes quiropráticos podem não ser apropriados sem a supervisão e aprovação de um profissional de saúde.

Distúrbios sanguíneos

Distúrbios sanguíneos que afetam a coagulação sanguínea podem aumentar o risco de complicações após ajustes quiropráticos.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A proposta do Instituto TRATA está fundamentada no conceito de inovação, no que se refere ao tratamento de membros inferiores (quadril, joelho e pé).

A garantia de resultados eficazes reflete os procedimentos adotados pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente é submetido a uma avaliação clínica detalhada, feita por um especialista da equipe.

É esse primeiro passo que viabiliza um direcionamento específico ao tratamento, de acordo com o quadro particular de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

A seguir, o paciente é levado a uma avaliação cinemática dos movimentos do corpo. A finalidade é analisar como os ossos e os músculos estão organizados na reação à gravidade e às forças atuantes no corpo humano. Para isso, utilizamos um software exclusivo de análise de movimento chamado TrataScan, cuja tecnologia avançada permite detectar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que acabam levando a um quadro inflamatório ou doloroso, por exemplo.

Assimetrias, padrões motores, lesões associadas, existência de compensações e quais estruturas devem ser trabalhadas são alguns pontos que podem ser avaliados durante essa etapa.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

O último passo consiste na aplicação do protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores, formulado pela rede e baseado em evidências científicas.

O foco se concentra no alinhamento biomecânico dos membros inferiores com o objetivo final de melhora do quadro do paciente (sem recidivas) e, por conseguinte, de uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Nenhum atendimento é padrão. Avaliamos as necessidades específicas de cada paciente e montamos a abordagem de tratamento mais assertiva para cada quadro.

A tecnologia faz parte do nosso programa de tratamento com o objetivo de oferecer aos pacientes o que há de mais avançado no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: