Rótula do Joelho – Guia Completo

A rótula do joelho também pode ser chamada de patela e constitui uma parte do osso triangular, localizado na porção dianteira do joelho.

O joelho é uma das articulações mais importantes do organismo, composto pela rótula, menisco, demais ligamentos e que sustenta a parte superior da perna. 

Em uma articulação normal, a patela está localizada centralmente na tróclea, atuando no mecanismo extensor do joelho. 

Estando localizada em uma região com ligamentos e inserções musculares, bem como sendo responsável pela composição óssea do joelho, alguns acidentes podem acontecer, levando ao seu deslocamento ou outras lesões. 

Vamos ver mais sobre esse assunto no texto abaixo.

Dor no joelho 

Dor no joelho pode ter várias causas, como o deslocamento da rótula do joelho.
Dor no joelho pode ter várias causas, como o deslocamento da rótula do joelho.

Pessoas que apresentam dores na lateral do joelho ou no joelho em geral, podem estar com diversas situações clínicas, que envolvem (ou não) a rótula. 

Dependendo do tipo de dor, um profissional ortopedista poderá diagnosticar se a dor tem origem em ligamentos, músculos ou na rótula do joelho. 

Normalmente, a rótula faz com que o osso da coxa se movimente para cima e para baixo, durante o movimento. 

Dor na região da rótula pode indicar que a musculatura da coxa está fraca ou que existe uma rotação excessiva dos pés para dentro, fazendo com que a rótula seja friccionada de forma errada contra o osso da coxa, aumentando o seu desgaste. 

Dor na região anterior (frontal) do joelho pode ser indicação de: 

  • Rótula localizada em posição alta ou baixa, face à parte frontal da articulação do joelho; 
  • Inserção descentrada dos músculos ao redor da rótula; 
  • Musculatura isquiotibial (que insere no quadril e no joelho) tensionada e curta; 
  • Tendão de Aquiles tensionado. 

Deslocamento da Rótula

O deslocamento da rótula do joelho é quando ela sai do lugar.
O deslocamento da rótula do joelho é quando ela sai do lugar.

O deslocamento da rótula é quando a rótula do joelho sai do lugar, podendo ocorrer em duas ocasiões: 

  • Rotação abrupta do corpo, com pés plantados no chão; 
  • Objeto impactando diretamente na rótula. 

Razões Para Deslocamento da Rótula 

Existem razões genéticas, como algumas síndromes, e outras razões de movimento, que influenciam no deslocamento da rótula. 

  • Frouxidão nos ligamentos do joelho; 
  • Inserção incorreta do tendão patelar na tíbia; 
  • Joelhos valgo, ou seja, posicionamento incorreto do joelho em corrida, por exemplo, fazendo com que ele se posicione mais externamente, causando maior tensão na musculatura isquiotibial; 
  • Instabilidade patelar de origem congênita. 

Crianças podem ter deslocamento da rótula justamente por terem algum objeto impactando diretamente no joelho, ou por uma batida. 

Sintomas De Deslocamento da Rótula 

  • Dor no joelho;
  • Incapacidade de endireitar o joelho; 
  • Patela deslocando, com som de estalo; 
  • Joelho inchado; 

Diagnóstico e Tratamento de Deslocamento da Rótula 

Exame físico geralmente é suficiente para o diagnóstico, mas podem ser solicitados exames de raio-X e uma ressonância magnética, para excluir fratura e ruptura dos ligamentos. 

A ruptura dos ligamentos deve ser sempre investigada. 

Com o diagnóstico feito, o tratamento envolve imobilização do joelho, mantendo a patela no lugar até que os ligamentos estejam regenerados, aproximadamente por 3 semanas. 

A fisioterapia é sempre importante e indicada, justamente para melhorar a força muscular e o movimento. 

O paciente pode retornar à atividade normal, leve, em 3 a 6 semanas, de acordo com a idade, saúde e grau do ferimento. 

Deslocamento patelar periódico não é algo que não deve ser investigado. Geralmente ocorre devido à falta de tratamento oportuno ou devido a alterações anatômicas da articulação do joelho. 

Exercícios de fisioterapia e funcionais podem ser importantes para reforço da musculatura, estabilizando a patela. 

O risco de deslocamento repetido da rótula gira em torno de 20% a 40%, após um primeiro deslocamento. O risco sobe para 50% após o segundo deslocamento, em pacientes mais jovens (abaixo de 25 anos). 

Indivíduos que constantemente têm deslocamento de rótula devem buscar um ortopedista, bem como um profissional de fisioterapia para um tratamento adequado, podendo até se submeter a uma cirurgia de estabilização, dependendo do grau de atividade que apresentam. 

Outras Lesões Comuns no Joelho 

Existem várias outras lesões que podem acometer a rótula do joelho.
Existem várias outras lesões que podem acometer a rótula do joelho.

Condromalácia Patelar 

Geralmente, a condromalácia patelar está relacionada à sobrecarga no joelho, não se sabe exatamente ainda por quais razões ela surge, mas é comum em corredores. 

Apresenta-se como inchaço ao redor da rótula e dor no meio do joelho. Seu tratamento envolve fisioterapia, com exercícios de fortalecimento e alongamento da musculatura que sustenta o joelho, evitando sobrecarga na articulação.

Tendinite Patelar 

A tendinite patelar, também conhecido como Joelho de Saltador, constitui uma lesão que envolve o tendão que liga a patela ao osso da perna, denominado tendão patelar. Geralmente, afeta indivíduos que praticam atividade física que necessita de desaceleração brusca, como futebol, ou atletismo, por exemplo. 

A lesão mais comumente apresenta problemas na porção inferior da patela, justamente pelo movimento de desaceleração. 

A tendinite patelar pode ser dividida em quatro fases: 1) dor imediata após uma atividade, mas sem comprometimento da funcionalidade; 2) dor durante e depois da atividade, sem comprometimento das atividades; 3) dor prolongada durante e após a atividade, com dificuldade de realização de atividades; 4) rompimento completo do tendão, impossibilitando qualquer atividade, é necessária abordagem cirúrgica. 

Quando A Cirurgia É Necessária?

A cirirgia da rótula do joelho nem sempre é necessária.
A cirirgia da rótula do joelho nem sempre é necessária.

A cirurgia no joelho para problemas na rótula só é indicada quando todos os demais tratamentos conservadores não conseguiram eliminar o problema, ou quando há algum caso muito abrupto, por exemplo, como descrito na ruptura completa do tendão patelar. 

A cirurgia é feita via artroscopia, ou seja, com uma câmera acoplada, justamente para melhor visualização da região interna do joelho. 

Com isso, são retiradas as porções danificadas ou fibrosadas do joelho, com apenas uma pequena incisão. 

Prevenção de Problemas na Rótula do Joelho 

As lesões na rótula do joelho podem ser prevenidas.
As lesões na rótula do joelho podem ser prevenidas.

A melhor forma de prevenir qualquer problema na patela ou lesões no joelho é a realização de exercícios físicos adequados. 

Para isso, é necessário aquecimento e alongamento apropriado, bem como exercícios de fortalecimento da musculatura que sustenta o joelho. 

Além disso, o plano de exercício deve ser passado por um profissional de Educação Física, justamente para que a carga nos joelhos e o impacto do exercício no joelho seja gradual e feito de maneira correta. 

É importante também respeitar o período de descanso entre as atividades físicas. 

É importante ressaltar que ao menor sinal de dor ou estalo, ou qualquer sintoma nos joelhos, um profissional ortopedista deve ser procurado e o diagnóstico feito. Com a fisioterapia adequada, associada a exercícios funcionais, muitos problemas no joelho podem ser resolvidos de maneira conservadora, sem necessidade de abordagem cirúrgica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =