O que é o tendão calcâneo?

Devido à sua importância funcional para o movimento do pé ou para o equilíbrio do corpo, as lesões que afetam o tendão calcâneo impactam significativamente as atividades diárias. Por isso é indispensável conhecer mais sobre o tendão calcâneo e sobre as lesões que podem afetar o mesmo.

O que é o tendão calcâneo?

O tendão calcâneo, também conhecido como tendão de Aquiles, é o tendão mais forte e espesso do corpo humano.

Agendar sua Avaliação

Ele é localizado na parte de trás do tornozelo, conectando o músculo da panturrilha (músculo gastrocnêmio e sóleo) ao osso do calcanhar (calcâneo).

Qual é a importância do tendão calcâneo para o corpo humano?

foto de tendão calcâneo

O tendão calcâneo, também conhecido como tendão de Aquiles, desempenha várias funções vitais para o corpo humano devido à sua localização e função anatômica.

Agendar sua Avaliação

Movimento do pé

O tendão calcâneo é essencial para o movimento do pé.

Ele permite a flexão plantar, que é quando você aponta os dedos para baixo, como ao empurrar o chão para caminhar, correr, pular, subir escadas e realizar atividades cotidianas que envolvem movimentos dos pés.

Estabilidade e equilíbrio

Este tendão ajuda a fornecer estabilidade ao tornozelo e ao pé durante a locomoção.

Ele trabalha em conjunto com os músculos da panturrilha para manter o equilíbrio enquanto você está de pé ou se movendo.

Transmissão de força

O tendão de Aquiles é o tendão mais forte do corpo humano e é responsável por transmitir a força gerada pelos músculos da panturrilha para o osso do calcanhar (calcâneo).

Isso é crucial em atividades que exigem propulsão, como correr e saltar.

Absorção de impacto

Durante atividades de alto impacto, como corrida ou pulo, o tendão calcâneo absorve parte do impacto para proteger os ossos e articulações do pé e tornozelo.

Propulsão

Ao empurrar o chão com os pés, como em um salto ou durante a corrida, o tendão calcâneo é fundamental para gerar a propulsão necessária para mover o corpo para frente.

Função na Postura

O tendão de Aquiles também desempenha um papel na postura ereta, pois está envolvido na estabilização e no alinhamento do corpo ao se manter em pé.

Quando devo procurar um especialista?

foto de tendão calcâneo

É recomendado procurar um especialista se você estiver enfrentando qualquer um dos seguintes sintomas ou situações relacionadas ao tendão calcâneo (tendão de Aquiles) ou à região do tornozelo:

Dor persistente

Se você está experimentando dor persistente na parte de trás do tornozelo ou no tendão de Aquiles, especialmente durante ou após a atividade física.

Inchaço ou sensibilidade

Inchaço ao redor do tendão de Aquiles ou na parte de trás do tornozelo, acompanhado de sensibilidade ao toque.

Dificuldade de movimento

Se você está enfrentando dificuldade para mover o pé para baixo (flexão plantar), especialmente se essa dificuldade for súbita e não relacionada a um incidente específico.

Estalos ou estalidos

Sensação de estalo ou estalido na região do tendão de Aquiles, especialmente se for seguido por dor intensa.

Histórico de lesões

Se você tem um histórico de lesões anteriores no tendão de Aquiles ou na região do tornozelo e está enfrentando sintomas semelhantes novamente.

Incapacidade de suportar peso

Se você não consegue suportar peso no pé afetado devido à dor intensa.

Alterações na caminhada ou corrida

Se você perceber que sua caminhada ou corrida está alterada devido à dor ou dificuldade de movimento no tornozelo.

Lesão aguda

Se ocorreu uma lesão aguda no tendão de Aquiles, como um estiramento severo ou uma ruptura, especialmente se houver uma grande laceração na pele sobre o tendão.

Sintomas de infecção

Se houver sinais de infecção, como vermelhidão, calor, inchaço excessivo, pus ou febre.

Agravamento dos sintomas

Se os sintomas parecerem estar piorando ao longo do tempo, apesar de tentativas de tratamento em casa, como repouso e aplicação de gelo.

Quais são as condições que podem acometer o tendão calcâneo?

foto de tendão calcâneo

O tendão calcâneo, também conhecido como tendão de Aquiles, pode ser acometido por várias condições, sendo as mais comuns:

Tendinite de Aquiles

Esta é uma condição em que o tendão de Aquiles fica inflamado devido ao uso excessivo, sobrecarga, movimentos repetitivos ou lesões.

A tendinite de Aquiles pode causar dor, inchaço e sensibilidade ao redor do tendão.

Ruptura do tendão de Aquiles

Uma ruptura pode ocorrer quando o tendão de Aquiles é submetido a uma carga excessiva, um movimento repentino ou um trauma direto.

A ruptura pode resultar em uma sensação de estalo, seguida por dor intensa e incapacidade de mover o pé para baixo.

Bursite calcaneana

A bursa é uma pequena bolsa cheia de líquido localizada entre o tendão de Aquiles e o osso do calcanhar (calcâneo).

A bursite calcaneana ocorre quando essa bursa fica inflamada devido à pressão contínua, atrito ou irritação.

Isso pode causar dor na parte de trás do calcanhar, especialmente ao caminhar ou usar sapatos apertados.

Tendinopatia do tendão de Aquiles

Esta é uma condição em que o tendão de Aquiles é danificado devido ao uso excessivo ou crônico.

Pode envolver microlesões no tendão, resultando em dor, rigidez e fraqueza na região do tendão.

Calcificação do tendão de Aquiles

Em alguns casos, depósitos de cálcio podem se acumular no tendão de Aquiles, causando dor e limitando o movimento.

Tendinose do tendão de Aquiles

Esta é uma condição em que o tendão de Aquiles sofre degeneração devido ao envelhecimento, uso excessivo ou lesões repetitivas.

A tendinose pode causar dor crônica, rigidez e sensação de espessamento do tendão.

Síndrome de haglund

Esta condição envolve um crescimento ósseo extra na parte de trás do calcâneo, resultando em pressão e irritação adicional no tendão de Aquiles.

Pode levar à inflamação, dor e inchaço na área.

Tendinite paratendínea

Nesta condição, a inflamação afeta os tecidos que rodeiam o tendão de Aquiles, em vez do próprio tendão.

Isso pode causar dor e inchaço na área ao redor do tendão.

Como tratar as condições no tendão calcâneo?

foto de tendão calcâneo

A fisioterapia desempenha um papel crucial no tratamento de condições que afetam o tendão calcâneo (tendão de Aquiles).

Redução da inflamação e dor

A fisioterapia pode incluir técnicas para reduzir a inflamação, como aplicação de gelo, terapia combinada e laser terapêutico. Isso pode ajudar a aliviar a dor associada à tendinite de Aquiles e outras condições inflamatórias.

foto de tendão calcâneo

Fortalecimento muscular

Exercícios específicos são prescritos para fortalecer os músculos da panturrilha (gastrocnêmio e sóleo), bem como os músculos ao redor do tornozelo e pé.

O fortalecimento adequado desses músculos pode ajudar a reduzir a carga sobre o tendão de Aquiles durante a atividade.

Melhoria da flexibilidade e amplitude de movimento

Mobilidades são parte importante do tratamento para melhorar a flexibilidade dos músculos da panturrilha e tendão de Aquiles. Isso pode ajudar a reduzir a tensão excessiva sobre o tendão e melhorar a mobilidade do tornozelo.

Treinamento de coordenação e equilíbrio

A fisioterapia pode incluir exercícios para melhorar a coordenação e o equilíbrio, o que é importante para prevenir quedas e lesões adicionais.

foto de tendão calcâneo

Correção de biomecânica

Se houver problemas de biomecânica no pé ou tornozelo que estão contribuindo para a lesão do tendão de Aquiles, o fisioterapeuta pode recomendar um melhor alinhamento durante a caminhada ou corrida.

Reeducação do movimento

Em alguns casos, o fisioterapeuta pode ajudar a corrigir padrões de movimento inadequados que contribuem para a sobrecarga do tendão de Aquiles.

Acompanhamento do retorno às atividades

À medida que a recuperação progride, o fisioterapeuta pode orientar o paciente no retorno gradual às atividades físicas, garantindo que isso seja feito de forma segura e eficaz.

Prevenção de recorrências

Além de tratar a condição atual, a fisioterapia também visa prevenir recorrências.

Isso é feito através do fortalecimento muscular, melhoria da técnica de movimento e educação sobre práticas seguras durante atividades físicas.

Como prevenir lesões no tendão calcâneo

foto de tendão calcâneo

Confira algumas medidas que podem ser adotadas para prevenir lesões no tendão calcâneo e promover a saúde dessa estrutura.

Aquecimento adequado

Antes de iniciar qualquer atividade física, é importante realizar um aquecimento adequado.

Fortalecimento muscular

Incluir exercícios de fortalecimento para os músculos da panturrilha (gastrocnêmio e sóleo) e para os músculos ao redor do tornozelo pode ajudar a reduzir a sobrecarga no tendão de Aquiles.

Progressão gradual

Ao iniciar ou aumentar a intensidade de um programa de exercícios, é importante fazê-lo de forma gradual.

Calçados adequados

Use calçados apropriados para a atividade física que está sendo realizada.

foto de tendão calcâneo

Evitar atividades de alto impacto excessivo

Se possível, reduza a participação em atividades de alto impacto que colocam uma carga significativa no tendão de Aquiles, como corrida em superfícies duras ou saltos frequentes.

Técnica adequada

Ao praticar esportes ou atividades físicas, preste atenção à técnica adequada.

foto de tendão calcâneo

Descanso adequado

Certifique-se de incluir dias de descanso em sua rotina de treinamento para permitir a recuperação dos músculos, tendões e tecidos.

Alimentação saudável e hidratação

Manter uma dieta equilibrada e hidratação adequada também é importante para a saúde geral dos tecidos, incluindo tendões como o tendão de Aquiles.

Exercícios de estabilização e equilíbrio

Incluir exercícios que visam melhorar a estabilidade e o equilíbrio, como treinamento proprioceptivo, pode ajudar a fortalecer os músculos ao redor do tornozelo e reduzir o risco de lesões.

foto de tendão calcâneo

Avaliação regular

Para atletas ou pessoas que praticam atividades físicas intensas, é recomendável realizar avaliações regulares com um fisioterapeuta ou profissional de saúde especializado em movimento.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A base da proposta do Instituto TRATA está centrada na ideia de inovação no tratamento das extremidades inferiores, abrangendo quadril, joelho e pé. A asseguração de resultados eficazes espelha os métodos seguidos pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente passa por uma avaliação clínica detalhada realizada por um especialista da equipe. Esse inicial procedimento possibilita uma orientação direcionada ao tratamento, considerando o quadro individual de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

Posteriormente, o paciente passa por uma avaliação cinemática dos movimentos corporais. O objetivo é examinar a organização dos ossos e músculos em resposta à gravidade e às forças que atuam no corpo humano. Para essa finalidade, empregamos um software especializado de análise de movimento chamado TrataScan. Sua tecnologia avançada permite identificar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que podem resultar em quadros inflamatórios ou dolorosos, por exemplo.

Durante essa fase, é possível avaliar assimetrias, padrões motores, lesões associadas, presença de compensações e determinar quais estruturas necessitam de intervenção.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

A etapa final envolve a implementação do protocolo de tratamento para lesões nas extremidades inferiores, desenvolvido pela rede e embasado em evidências científicas.

A atenção é direcionada para o alinhamento biomecânico das extremidades inferiores, visando aprimorar a condição do paciente (evitando recidivas) e, consequentemente, proporcionar uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Não há um atendimento padronizado. Analisamos as necessidades individuais de cada paciente e desenvolvemos a abordagem de tratamento mais adequada para cada caso.

A incorporação da tecnologia é uma parte integral do nosso programa de tratamento, com o propósito de proporcionar aos pacientes as mais avançadas técnicas no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: