O que é bom para curar torção no tornozelo?

Uma torção no tornozelo é uma lesão comum que ocorre quando os ligamentos que conectam os ossos do tornozelo são esticados além de sua capacidade normal, muitas vezes resultando em lesões nos ligamentos.

As torções no tornozelo podem variar em gravidade, desde uma distensão leve dos ligamentos até uma ruptura completa dos mesmos.

Agendar sua Avaliação

Nesse artigo você vai descobrir quais são as principais causas de uma torção no tornozelo, como funciona o tratamento e qual é o tempo de recuperação.

Quais os sintomas da torção no tornozelo?

Os sintomas mais comuns de uma torção no tornozelo incluem:

Dor

Agendar sua Avaliação

Dor aguda e imediata no tornozelo é um sintoma típico de uma torção.

Inchaço

O inchaço ao redor do tornozelo é comum após uma torção devido ao acúmulo de fluido nos tecidos lesionados.

Edema

Além do inchaço, pode ocorrer edema, que é o acúmulo de líquido no local da lesão, causando um aumento perceptível na área afetada.

Hematoma

Às vezes, uma torção no tornozelo pode causar hematomas, resultando em descoloração da pele devido ao sangramento nos tecidos lesionados.

Instabilidade

Após uma torção, a sensação de instabilidade ou fraqueza no tornozelo pode estar presente, dificultando o suporte de peso.

Dificuldade para caminhar

Devido à dor, inchaço e instabilidade, pode ser difícil ou doloroso para a pessoa caminhar ou suportar peso no tornozelo afetado.

Rigidez

O tornozelo pode ficar rígido e limitado em sua amplitude de movimento após uma torção.

Quais são as principais causas de entorse de tornozelo?

As entorses de tornozelo ocorrem quando os ligamentos que conectam os ossos do tornozelo são esticados além de sua capacidade normal, muitas vezes resultando em lágrimas ou lesões nos ligamentos.

foto de torção no tornozelo

As principais causas de entorse de tornozelo incluem:

Torção súbita

A causa mais comum de entorse de tornozelo é uma torção súbita do pé para dentro, que pode ocorrer durante atividades esportivas, como corrida, basquete, futebol ou tênis.

Essa torção pode sobrecarregar os ligamentos do lado externo do tornozelo (ligamentos laterais), resultando em uma entorse.

Deslocamento do pé

Uma queda ou aterrissagem inadequada após um salto pode causar uma entorse de tornozelo.

O impacto súbito e a pressão sobre o tornozelo podem esticar ou romper os ligamentos.

Superfícies irregulares

Caminhar ou correr em superfícies irregulares, como terrenos acidentados ou instáveis, aumenta o risco de entorse de tornozelo, pois pode levar a uma torção repentina ou a uma rotação inadequada do pé.

Calçado inadequado

O uso de calçados inadequados, como sapatos com sola escorregadia ou sem suporte adequado, pode aumentar o risco de entorse de tornozelo, especialmente durante atividades físicas.

Fadiga muscular

A fadiga muscular pode levar a uma diminuição do controle motor e da estabilidade do tornozelo, aumentando o risco de entorse durante atividades físicas intensas ou prolongadas.

Histórico prévio de entorses

Indivíduos que tiveram uma entorse de tornozelo no passado têm um risco aumentado de sofrer novas entorses, devido à possível fragilidade dos ligamentos lesionados e à redução da estabilidade do tornozelo.

Fatores anatômicos

Certas características anatômicas, como pé cavo, pé chato ou instabilidade ligamentar congênita, podem aumentar o risco de entorse de tornozelo.

Torção no tornozelo: o que fazer?

Procure ajuda de um especialista em lesões esportivas para uma avaliação completa.

Ele poderá determinar a gravidade da lesão, realizar exames de imagem, como raio-X ou ressonância magnética, se necessário, e recomendar o tratamento apropriado.

Como saber se a torção no tornozelo é grave?

foto de torção no tornozelo

Determinar a gravidade de uma torção no tornozelo pode ser difícil sem uma avaliação adequada.

No entanto, aqui estão alguns sinais que podem indicar uma lesão mais grave e a necessidade de procurar atendimento especializado imediato:

Incapacidade de suportar peso

Se você não consegue colocar peso sobre o tornozelo lesionado ou sentir uma dor extrema ao tentar fazê-lo, isso pode indicar uma lesão mais grave, como uma fratura ou ruptura de ligamento.

Deformidade visível

Se houver uma deformidade óbvia no tornozelo, como um inchaço excessivo, uma protuberância incomum ou uma mudança na forma do tornozelo, isso pode indicar uma lesão mais grave.

Dor intensa e persistente

Se a dor for muito intensa e persistente, mesmo após descanso e gelo, isso pode ser um sinal de uma lesão mais séria.

Instabilidade do tornozelo

Se sentir que o tornozelo está instável ou solto, isso pode indicar uma lesão nos ligamentos que mantêm o tornozelo estável.

Inchaço grave e rápido

Um inchaço significativo que se desenvolve rapidamente após a lesão pode indicar hemorragia interna ou uma lesão mais grave.

Dificuldade em mover o tornozelo

Se você tiver dificuldade em mover o tornozelo ou se a amplitude de movimento estiver significativamente reduzida, isso pode indicar uma lesão mais grave.

Compressa quente ou fria?

Para uma torção recente no tornozelo, geralmente é recomendado aplicar uma compressa fria (gelo) nas primeiras 48 horas após a lesão.

A aplicação de gelo ajuda a reduzir o inchaço, aliviar a dor e diminuir a inflamação ao redor da articulação.

Gelo envolto em uma toalha fina

Evite aplicar gelo diretamente sobre a pele, pois isso pode resultar em queimaduras pelo frio.

Em vez disso, envolva o gelo em uma toalha fina ou use uma bolsa de gelo com uma capa protetora.

Aplicação intermitente

Aplique o gelo na área afetada por 20 minutos a cada 2-3 horas, durante as primeiras 48 horas após a lesão.

foto de torção no tornozelo

Após as primeiras 48 horas, você pode alternar para a aplicação de uma compressa quente, se ainda estiver experimentando rigidez ou dor muscular.

Aplicar calor pode relaxar os músculos, promover a circulação sanguínea e aliviar a tensão.

Aqui estão algumas diretrizes para aplicação de compressa quente:

Compressa quente úmida

Use uma compressa quente úmida, como uma toalha molhada com água quente, uma bolsa de água quente ou um pano aquecido no micro-ondas.

Aplicação intermitente

Aplique a compressa quente na área afetada por 15-20 minutos a cada vez.

Certifique-se de não usar calor por períodos prolongados, pois isso pode causar queimaduras ou irritação na pele.

Alternância entre frio e calor

Alguns indivíduos acham útil alternar entre compressas frias e quentes para obter alívio da dor e promover a recuperação.

O que é bom para torção de tornozelo?

foto de torção no tornozelo

O tratamento para uma torção no tornozelo geralmente envolve uma combinação de medidas destinadas a aliviar a dor, reduzir o inchaço, promover a cura e restaurar a funcionalidade do tornozelo.

Fisioterapia

A fisioterapia é essencial para ajudar a restaurar a funcionalidade, estabilidade e força do tornozelo, além de prevenir recorrências no futuro.

Um programa de fisioterapia para torção no tornozelo geralmente começa com uma avaliação completa da lesão e da função do tornozelo.

O fisioterapeuta irá examinar o tornozelo, avaliar a amplitude de movimento, a estabilidade, a força muscular e identificar quaisquer áreas de fraqueza ou desequilíbrio que precisam ser abordadas.

Com base na avaliação inicial, o fisioterapeuta desenvolverá um plano de tratamento personalizado para atender às necessidades específicas do paciente.

Isso pode incluir uma combinação de técnicas de terapia manual, exercícios terapêuticos, modalidades de tratamento, como ultrassom ou estimulação elétrica, e treinamento de propriocepção.

A terapia manual é frequentemente utilizada para melhorar a mobilidade das articulações do tornozelo, reduzir a rigidez e promover a cicatrização dos tecidos lesionados. Isso pode incluir técnicas de mobilização articular, alongamento suave dos tecidos moles e liberação miofascial.

Os exercícios terapêuticos desempenham um papel fundamental na restauração da força, estabilidade e função do tornozelo. Isso pode incluir exercícios de fortalecimento dos músculos do tornozelo, como elevações de calcanhar, flexões plantares e exercícios de resistência. Além disso, exercícios de equilíbrio e propriocepção são frequentemente incorporados para ajudar a melhorar a estabilidade e prevenir recorrências.

foto de torção no tornozelo

Ao longo do processo de reabilitação, o fisioterapeuta monitorará o progresso do paciente, ajustando o plano de tratamento conforme necessário para garantir uma recuperação completa e segura.

É importante seguir as orientações do fisioterapeuta e ser consistente com o programa de tratamento prescrito para obter os melhores resultados.

Órteses ou tornozeleiras

Dependendo da gravidade da lesão, o uso de órteses ou tornozeleiras pode ser recomendado para fornecer suporte adicional ao tornozelo durante a recuperação.

Cirurgia

Em casos raros de lesões graves, como rupturas de ligamentos ou fraturas, a cirurgia pode ser necessária para reparar os tecidos danificados.

Tempo de recuperação?

O tempo de recuperação de uma torção no tornozelo pode variar dependendo da gravidade da lesão.

Entorse leve (grau 1)

Geralmente, uma entorse leve pode levar de algumas semanas a cerca de um mês para se recuperar completamente.

Durante esse tempo, é importante descansar o tornozelo, aplicar gelo e realizar exercícios de fisioterapia para fortalecer e estabilizar o tornozelo.

Entorse moderada (grau 2)

Uma entorse moderada pode levar de 4 a 6 semanas para cicatrizar completamente.

Além das medidas de tratamento em casa, pode ser necessário um programa de fisioterapia mais extenso para restaurar a funcionalidade total do tornozelo e prevenir recorrências.

Entorse grave (grau 3)

Uma entorse grave pode levar de 8 a 12 semanas ou mais para se recuperar totalmente, especialmente se houver ruptura completa de ligamentos.

Em alguns casos, pode ser necessária cirurgia para reparar ligamentos danificados.

O tempo de recuperação também dependerá da extensão da reabilitação e do acompanhamento com fisioterapia.

Como prevenir torção em atividades físicas?

foto de torção no tornozelo

A prevenção de torções durante atividades físicas é essencial para reduzir o risco de lesões no tornozelo.

Confira algumas dicas:

  • Fortaleça os músculos ao redor do tornozelo;
  • Faça treinamento de equilíbrio e propriocepção;
  • Realize um aquecimento adequado antes do exercício;
  • Use calçados adequados;
  • Evite terrenos irregulares;
  • Aprenda técnicas adequadas de aterrissagem em atividades de salto;
  • Mantenha uma boa forma durante o exercício;
  • Progrida gradualmente na intensidade do exercício.

O tratamento que vai devolver a saúde dos seus membros inferiores

A base da proposta do Instituto TRATA está centrada na ideia de inovação no tratamento das extremidades inferiores, abrangendo quadril, joelho e pé. A asseguração de resultados eficazes espelha os métodos seguidos pela equipe:

Avaliação clínica detalhada

O paciente passa por uma avaliação clínica detalhada realizada por um especialista da equipe. Esse inicial procedimento possibilita uma orientação direcionada ao tratamento, considerando o quadro individual de cada paciente.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação

Avaliação cinemática dos movimentos do corpo

Posteriormente, o paciente passa por uma avaliação cinemática dos movimentos corporais. O objetivo é examinar a organização dos ossos e músculos em resposta à gravidade e às forças que atuam no corpo humano. Para essa finalidade, empregamos um software especializado de análise de movimento chamado TrataScan. Sua tecnologia avançada permite identificar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que podem resultar em quadros inflamatórios ou dolorosos, por exemplo.

Durante essa fase, é possível avaliar assimetrias, padrões motores, lesões associadas, presença de compensações e determinar quais estruturas necessitam de intervenção.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: avaliação cinemática 2D

Protocolo de tratamento das lesões dos membros inferiores

A etapa final envolve a implementação do protocolo de tratamento para lesões nas extremidades inferiores, desenvolvido pela rede e embasado em evidências científicas.

A atenção é direcionada para o alinhamento biomecânico das extremidades inferiores, visando aprimorar a condição do paciente (evitando recidivas) e, consequentemente, proporcionar uma maior qualidade de vida.

 Fisioterapia ortopédica e esportiva: exercício de fortalecimento

Não há um atendimento padronizado. Analisamos as necessidades individuais de cada paciente e desenvolvemos a abordagem de tratamento mais adequada para cada caso.

A incorporação da tecnologia é uma parte integral do nosso programa de tratamento, com o propósito de proporcionar aos pacientes as mais avançadas técnicas no tratamento conservador de Fisioterapia.

Agendar sua Avaliação

Esse Guia Exclusivo foi elaborado pelos Fisioterapeutas do maior grupo especializado da América Latina.

Preencha os dados para receber acesso de forma segura: